quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

A mediocridade do PSD na Assembleia Municipal do Funchal

Na reunião de ontem da Assembleia Municipal do Funchal, antes da ordem do dia, um dos deputados municipais do PSD fez uma intervenção que, embora eu estivesse na reunião enquanto vereador, senti-me na obrigação de responder.
Apesar de estar no seu direito e a opção até ser ligítima, considerei que a sua intervenção foi demasiado medíocre e ofensiva.
O senhor deputado municipal limitou-se a atacar o PS-Madeira. Fez uma análise das nossas intervenções públicas, ao longo do mandato, acusou os anteriores vereadores do PS que nada fizeram e depois perderam o mandato, abordou os resultados eleitorais do PS-Madeira, fartou-se de adjectivar a nossa forma de fazer política e acabou por fazer referência às minhas intervenções, afirmando que eu não tinha ética nem seriedade ao falar como falei, na última iniciativa política, sobre o Ministério Público e as auditorias do tribunal de contas à CMF.
Perante esta intervenção, pedi ao senhor presidente da CMF para defender a minha honra. E então disse ao senhor deputado que se havia falta de ética e de seriedade era da parte do PSD porque em vez de vir para a reunião da Assembeia Mnicipal falar dos problemas da cidade, apresentar propostas para solucionar a grave crise que afecta os funchalenses ou para apresentar os problemas da nossa cidade, e foi para isso que foram eleitos, limita-se a falar do PS-Madeira.
Naturalmente que aceito as críticas, somos democratas, disse, compreendo a intervenção porque todos sabemos que têm de marcar pontos, têm de demonstrar trabalho aos seus superiores políticos e trabalho aqui é atirar contra o PS.
E perguntei porque será que ficam tão nervosos quando falamos no Ministério Público e no Tribunal de Contas. E porque não falou dos diversos casos que estão a ser investigados pelo Ministerio Público? Não falou também do caso Marote que já está em julgamento.
E se houvesse honestidade política o que o senhor deputado fazia era defender o seu presidente de Câmara dos ataques do vice-presidente do governo regional, dr. Cunha e Silva. Pois quem falou em "negociatas" na CMF foi o dr. Cunha e Silva e não o PS.
Quem, nos últimos dias, voltou a atirar pólvora contra a CMF foi de novo o vice-presidente do governo ao dizer na Assembleia Legislativa da Madeira que ninguém questiona os milhões desperdiçados no Hinton, mas o senhor não defendeu o seu presidente, não fundamentou e provou que era mentira, não cumpriu o seu papel de defensor do dr. Albuquerque. E quem falou da existência de "formiga branca" na CMF foi o dr. Raimundo Quintal, ex-vereador do PSD nesta autarquia, contudo, nunca ouvi o senhor desmentir o dr. Raimundo nem fazer intervenção a atacá-lo em defesa do bom nome da vereação PSD.
A sua intervenção foi muito fraquinha e fiquei desiludido com o nível da sua intervenção. Afinal, não estão aqui para servir a população, mas para marcar pontos para dentro do seu partido.
O senhor deputado não reagiu, ouviu e calou-se, mas o curioso é que depois quem veio defender o senhor deputado foi o dr. Carlos Rodrigues, fazendo-se de vítima e no fim ele já afirmava que falava em termos pessoais. Ninguém percebeu.

Sócrates manda 26 milhões para pagar calote à EEM

Governo dá sinal de aproximação regularizando convergência tarifária da luz
A Empresa de Electricidade da Madeira vai receber ainda este ano 26,5 milhões de euros que o Estado devia na sequência do processo de convergência tarifária.
Chega ao fim um longo e duro 'braço de ferro' que levou a empresa, em Novembro de 2008, a dirigir uma carta ao Tribunal de Contas, solicitando que averiguasse os fundamentos dos incumprimentos por parte do Estado.
Esta iniciativa foi devidamente reconhecida no parecer emitido pelo Tribunal de Contas à Conta Geral do Estado de 2007, evidenciado o valor em dívida para com a EEM.
http://www.dnoticias.pt/Default.aspx?file_id=dn04010704301209

terça-feira, 29 de dezembro de 2009

Recinto do Euro2004 - Câmara de Leiria admite vender estádio

O presidente da Câmara de Leiria admitiu segunda-feira à noite vender o estádio municipal, que considera ser o grande responsável pela situação financeira da autarquia, apontando esta como a solução ideal para o município e para o concelho.

À Agência Lusa, Raul Castro, independente eleito pelo PS, declarou hoje que entre serviço da dívida e despesas próprias de manutenção do estádio está a custar «cerca de cinco mil euros dia», reconhecendo que se as circunstâncias se mantiverem a autarquia vai continuar a ter naquela espaço «um sorvedouro de dinheiro que devia ser aplicado noutras obras».
-
Mais uma vergonha nacional! Gastaram milhões em estádios para nada. Desperdiçaram milhões do erário público em estádios de futebol que estão às moscas. Na Madeira, a situação é igual. Ao longo dos anos, afundaram milhões de euros em obras desnecessárias e ainda hoje, apesar da crise, estão a esbanjar mais uns bons milhões na construção de mais um estádio de futebol. E o POVO é que paga.

Arrendamento- Porta 65 Jovem com novidades em 2010

O programa governamental de apoio ao arrendamento jovem vai sofrer «ajustamentos» em 2010 para alargar o perfil dos potenciais beneficiários, reduzir fragilidades sociais e promover a mobilidade, disse à Lusa a secretária de Estado do Ordenamento do Território.

Copérnico vai ser enterrado 467 anos depois

Os ossos do astrónomo foram descobertos há quatro anos, por arqueólogos polacos. Especialistas policiais reconstruíram o rosto do cientista que disse que a Terra é que se movia em volta do Sol.
O astrónomo Nicolau Copérnico terá um enterro solene no próximo dia 22 de Maio, 467 anos depois da sua morte. A informação foi dada pelo porta- -voz eclesiástico da diocese de Erm- land, no Noroeste da Polónia.
O funeral dos restos mortais deste cientista, que viveu entre 1473 e 1543, será realizado na catedral de Frau- enburger. Os ossos cranianos desenterrados há quatro anos serão sepultados debaixo de um dos altares da catedral.
Em Janeiro irão começar os trabalhos para se construir o túmulo de duas toneladas de granito negro.
Os restos mortais foram descobertos por arqueólogos polacos em Grabungen. Três anos depois, uma análise de ADN trouxe a certeza de que eram os restos mortais do astrónomo. Especialistas policiais reconstruíram o rosto do cientista, com base nos ossos encontrados, que coincide com o retrato de Copérnico.
O cientista desenvolveu a teoria heliocêntrica - a Terra move-se em volta do Sol. A sua obra "De Revolutionibus Orbium Coelestium" é considerada uma pedra basilar da astronomia.

segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

Mourinho: “Se algum dia for seleccionador, direi não aos naturalizados”


As irresponsabilidades?

O mau tempo, na Madeira, trouxe profundos problemas para imensas famílias madeirenses, o drama chegou a algumas das suas casas sem apelo nem aviso. É verdade que o temporal foi o grande causador, mas não será que houve outras responsabilidades? Não será que houve erros cometidos por gente que agora prefere se esconder atrás do Pai Natal?
Se estivéssemos em vésperas de eleições lá estariam todos os secretários regionais e o senhor presidente a chorar ao lado das famílias. Chegariam cheios de soluções, de apoios e palavras de conforto. Mas, nesta época, estão demasiado ocupados a festejar o seu Natal.
Na Madeira é assim, ninguém assume as responsabilidades de nada. O tempo paga tudo. Por isso, vamos levar o tempo a tribunal!

Toneladas de lixo da ribeira dão à marina

Marina do Funchal insurge-se contra vazadouros clandestinos na Ribeira de S. João.
A Marina do Funchal já removeu lixo na ordem das toneladas desde que começaram as chuvadas mais intensas este Inverno.
Américo Costa, director da administração da infra-estrutura portuária insurge-se contra a "falta de civismo e a má educação" dos funchalenses que atiram lixo às ribeiras e arrastam o problema para jusante.
Os detritos têm sido para ali arrastados pelas chuvas fortes de longa duração que encheram os caudais das ribeiras. Os vazadouros clandestinos que proliferam ao longo da Ribeira de São João, que desagua junto ao varadouro de São Lázaro, estão na génese da poluição de resíduos domésticos na bacia portuária.
O vento forte de sudoeste tem conduzido parte do lixo para a boca da marina, indignando alguns iatistas. Carlos Sousa tem ali amarradas várias embarcações e vê com desagrado a abundância de lixo diversificado: garrafas, plásticos, troncos e cadáveres de animais. "Até cães mortos vi ali a boiar", regista.

quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

Madeira - desemprego aumenta

Desemprego sobe 52% num ano e já atinge 28 cidadãos por dia. Ofertas de emprego decrescem 46% em relação a Outubro.
A Madeira voltou a registar o segundo pior desempenho ao nível do desemprego, com um agravamento de 52,9% em relação a Novembro de 2008 e uma subida de 4,5% em relação a Outubro.
Assim, em no final de Novembro estavam inscritos 13.510 desempregados, o que representava mais 587 do que no mês anterior e 4.701 do que em relação ao mesmo mês do ano anterior.
Por cada dia útil do mês de Novembro perderam o emprego 28 cidadãos, média que é superior ao histórico dos últimos 260 dias úteis, em que por dia o desemprego atingiu 18 madeirenses.
Em Novembro, o desemprego aumentou em todas as regiões em termos homólogos, com o Algarve (59,8%), a Madeira (53,4%) e os Açores (52,9 %o) a registarem os maiores aumentos.Face a Outubro, o desemprego aumentou na Madeira (4,5%) e nos Açores (11%), bem como no Algarve (19,6%) e Lisboa , Vale do Tejo (1,3%).
No que respeita ao tempo de permanência dos desempregados nos ficheiros, os inscritos há menos de um ano sofreram um aumento de 32,3%, enquanto no caso dos desempregados de longa duração (há mais de um ano) a subida foi de 20,8%. A procura de um novo emprego - que justificou em Novembro o registo de 92 % dos desempregados - aumentou 29,5 por cento face ao mês homólogo de 2008.
O aumento do desemprego fez-se sentir nos diferentes ramos de actividade económica, destacando-se, com os acréscimos percentuais mais acentuados, as subidas de 63,5% no sector da construção e de 53,3% nas indústrias extractivas.
Em variação decrescente estão as profissões do ensino, como os "docentes do ensino secundário, superior e profissões similares", com uma queda de 9,5% e os "profissionais de nível intermédio de ensino", com menos 7,3 %.

O Sporting fez uma grande contratação

Como é que o Benfica não recupera este jogador? Em vez de contratar um estrangeiro, tinha um português tão perto, barato e com muita qualidade. Para mim, talvez o melhor defesa-direito português.

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Funchal recebe primeiro Julgado de Paz da Região Autónoma da Madeira

O Secretário de Estado da Justiça e da Modernização Judiciária, José Magalhães, preside à inauguração das instalações do Julgado de Paz do Funchal, pertencente ao Julgado de Paz do Agrupamento de concelhos do Funchal e Câmara de Lobos, no próximo dia 22 de Dezembro (terça-feira), pelas 15 horas.

Trata-se do primeiro Julgado de Paz na Região Autónoma da Madeira, cuja instalação foi possível com uma frutífera parceria com a Câmara Municipal do Funchal. Irá funcionar das 10h00 às 18h00, no Funchal (na Rua dos Ilhéus nº 1- C).
Os Julgados de Paz foram criados através da Lei n.º 78/2001, de 13 de Julho, aprovada por unanimidade na Assembleia da República. São tribunais dotados de características de funcionamento e organização próprias, assentes em modelos agilizados e eficazes de administração da Justiça.

Funcionam em estreita colaboração com as autarquias, numa perspectiva de proximidade entre a Justiça e os cidadãos.
Nos Julgados de Paz, a tramitação processual é simplificada, podendo as partes apresentar as peças processuais oralmente. Os litígios podem ser resolvidos através de mediação, conciliação ou por meio de sentença. A mediação só tem lugar quando as partes estejam de acordo e visa proporcionar-lhes a possibilidade de resolverem as suas divergências através de uma forma amigável que conta com a intervenção do mediador, que é um terceiro imparcial.

Ao contrário de um juiz ou de um árbitro, o mediador não tem poder de decisão, pelo que não impõe qualquer deliberação ou sentença. Enquanto terceiro imparcial, o mediador guia as partes, ajuda-as a estabelecer a comunicação necessária para que elas possam encontrar, por si mesmas, a base do acordo que porá fim ao conflito. As partes são, assim, responsáveis pelas decisões que constroem com o auxílio do mediador.

Caso a mediação não resulte em acordo, o processo segue os seus trâmites e o Juiz tenta a conciliação. Caso não se alcance conciliação há lugar à audiência de julgamento, presidida pelo juiz, sendo ouvidas as partes, produzida a prova e, finalmente, proferida a sentença pelo juiz.
Os Julgados de Paz têm competência para apreciar e decidir acções declarativas cíveis, de valor não superior a € 5.000, abrangendo, nomeadamente, as seguintes matérias:



Entrega de coisas móveis;
Direitos e deveres de condóminos;
Passagem forçada momentânea,


escoamento natural de águas,

obras defensivas das águas,

abertura de janelas, portas, varandas e obras semelhantes;
Posse, usucapião e acessão;
Arrendamento urbano, exceptuando o despejo;
Responsabilidade civil, contratual e extracontratual;
Incumprimento de contratos e obrigações;
Pedidos de indemnização cível em virtude da prática de crime, quando não haja sido apresentada queixa ou havendo lugar a desistência de queixa, emergentes de:





- Ofensas corporais;

- Difamação;

- Injúria;

- Furto;

- Dano;

- Alteração de marcos;

- Burla para obtenção de alimentos, bebidas ou serviços.



No Julgado de Paz o processo dura, em média, dois meses até ao seu termo.

Actualmente estão em funcionamento 22 julgados de Paz que abrangem 55 concelhos e cobrem uma cerca de 3 milhões de pessoas.

Os concelhos agora abrangidos – Funchal e Câmara de Lobos – permitem a cobertura de mais cerca de 110.000 pessoas.

http://www.mj.gov.pt/sections/newhome/funchal-recebe-primeiro





Mais problemas no sector da SAÚDE regional

O presidente da Ordem diz que não é a primeira vez que Miguel Ferreira se excede.

Li no DIÁRIO:
Élvio Jesus indignado com "intimidação"
"Director clínico apenas toma decisões em relação aos médicos".
O presidente da Ordem dos Enfermeiros lamenta o clima de "intimidação" e "desnorte" que se vive no Serviço de Saúde da Madeira. O desabafo é a reacção à notícia do DIÁRIO sobre o afastamento da enfermeira chefe do Centro de Saúde de Santo António.

A indignação de Élvio Jesus é dirigida sobretudo ao director clínico do Serviço de Saúde da Região, mas o presidente da Ordem também lamenta o "clima de intimidação", "o desnorte" que se sente no sistema. "A ser verdade o que o DIÁRIO publicou sobre o Centro de Saúde de Santo António, estamos perante um cenário de intimidação que em nada ajuda ao bom funcionamento e à boa prestação de cuidados de Saúde à população".
No entanto, o que mais indignou o presidente da Ordem dos Enfermeiros foi a posição do director clínico e as suas declarações face as eventuais mudanças nas chefias de enfermagem.
O representante dos enfermeiros refere que Miguel Ferreira não tem competências, nem devia pronunciar-se sobre isso. "Essas matérias dizem respeito ao conselho de administração do SESARAM e à enfermeira directora. O director clínico toma decisões em relação aos médicos".
http://www.dnoticias.pt/default.aspx?file_id=dn04010206211209
-
A matéria da saúde é demasiado importante e melindrosa para ser tratada desta forma. O utente precisa de ter confiança nos serviços de saúde, mas o que se assiste é uma constante crispação no sector.
O que queremos é que os serviços sejam prestados com qualidae e profissionalismo.

domingo, 20 de dezembro de 2009

BENFICA - PORTO - Força BENFICA

O último clássico da década.
Três vitórias do Benfica, quatro empates, e três vitórias do FC Porto, eis o saldo de dez clássicos entre as duas equipas jogados na Luz esta década.
Logo à noite, o Benfica-FC Porto pode desempatar tudo ou deixar, por fim, tudo empatado no ciclo de confrontos esta década no campo benfiquista.
Este é o último Benfica-FC Porto dos primeiros dez anos do novo século. Não há mais. E mais, entre encarnados e dragões, só lá para Maio de 2010, na cidade Invicta.
Mas o Benfica-FC Porto de logo à noite não é apenas o último clássico da década. É também, e apenas, o quarto discutido entre treinadores portugueses nos últimos dez anos, como pode ver-se pelo quadro em anexo.
Uma vitória para Toni e dois empates, com Fernando Santos a escrever a curiosidade de ter estado dos dois lados da barricada, sem, no entanto, obter qualquer vitória.

Manuel Alegre em BELÉM?

Se o PS cometer o erro de avançar com Jaime Gama para candidato, eu apoio o Manuel Alegre.

Fractura entre ricos e pobres provoca fracasso em Copenhaga

Terminou a cimeira climática da ONU em Copenhaga, após 13 dias e uma maratona negocial que atravessou a última noite. Esta foi bem quente, com algumas nações em desenvolvimento, como Sudão, Nicarágua, Cuba, Venezuela ou Bolívia a unirem-se para denunciar o plano promovido pelos Estados Unidos e a China.
No final, o que emergiu foi um acordo voluntário, subscrito por algumas nações, em vez de um novo tratado contra o aquecimento global legalmente vinculativo e adoptado por todos os países da ONU.
http://ecosfera.publico.clix.pt/noticia.aspx?id=1414718

sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

Fotografía ganadora del Premio Foto-Nikon 2009 en la categoría de Naturaleza


El telescopio espacial europeo 'Herschel' desvela el contenido de una nube oscura de la constelación del Águila

El nuevo telescopio espacial Herschel demuestra su potencia en una imagen que ha sacado de lo que hasta ahora, a los ojos de los astrónomos, no era más que una nube de polvo opaca en la constelación del Águila, a mil años luz de la Tierra.
Resulta que en esa masa polvorienta, que ningún telescopio infrarrojo hasta ahora era capaz de penetrar, se están formando unas 700 nuevas estrellas entre filamentos multicolores.
"Gracias a la gran sensibilidad del Herschel los astrónomos logran la primera imagen del interior de esa nube", afirma la Agencia Europea del Espacio (ESA). Ésta fue tomada el 24 de octubre con dos de los instrumentos del telescopio, que inició la fase de observaciones científicas el pasado verano.

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Cunha e Silva acusa Miguel Albuquerque de despesista?

Cunha e Silva questiona "porque razão ninguém pergunta porque já se gastou 14,5 milhões no Jardim do Hinton", boca aparentemente dirigida a Miguel Albuquerque e à Câmara do Funchal, embora a obra tivesse sido feita pelo seu colega de governo Santos Costa.
-
Esta guerra de delfins continua na praça. Cunha e Silva não esconde a sua estimação pelo dr. Albuquerque. Acusa-o de desperdiçar os dinheiros públicos?

As incoerências do PSD-Madeira

Esta guerra do Governo Regional contra a República, os choradinhos contra o Governo da República e a reivindicação por mais dinheiro da República como se fosse a única forma de salvar a situação económica e financeira da Madeira, em virtude dos erros estratégicos do governo do PSD, constituem as provas de que a Madeira depende financeiramente do Continente. Este PSD-M é um mundo de incoerências. Afinal, somos ou não somos auto-suficientes? Então, precisamos da República para sobreviver?

Albuquerque quer nova lei para jogo instantâneo

O porta-voz da reunião da Assembleia Intermunicipal da Associação de Municípios da Região Autónoma da Madeira, Miguel Albuquerque, defendeu ontem que a Região deve avançar com uma proposta de alteração da lei que mantém o monopólio dos jogos da Santa Casa da Misericórdia.
A substituir Roberto Silva, que ficou retido no Porto Santo, o autarca do Funchal lembrou que a Santa Casa da Misericórdia, que tem o monopólio dos jogos em Portugal, nunca investiu um tostão na Madeira. Daí que, os madeirenses devem apostar no jogo da AMRAM em detrimento daquele que é feito pela Santa Casa da Misericórdia, uma vez que, só assim, as receitas ficam na Região.
«A informação que tenho é que estamos numa fase de contactos para chegar a um acordo mas não estou a ver que a situação fique resolvida», defendeu o edil funchalense em declarações prestadas aos jornalistas momentos depois de concluída a reunião que juntou os presidentes das câmaras municipais da Madeira.
«Nunca compreendi nem consigo compreender o que é que a Santa Casa da Misericórdia tem a ver com a Madeira», acrescentou também, o qual considerou que esta matéria deve ser ponderada em termos de estatuto político da Região. Isto é contrário a princípios basilares quer da sã concorrência quer da autonomia política da Madeira.Refira-se que na reunião de ontem foi decidido abrir um novo procedimento para o jogo instantâneo.
«Vamos abrir novo concurso público no sentido de encontrarmos um novo mediador», disse ainda.Para o ano, está previsto «vendermos um milhão e meio de euros de jogo instantâneo», adiantou ainda.
Na reunião de ontem foi ainda aprovado o plano de actividades para o próximo ano. A AMRAM tem um conjunto de programas comunitários a decorrer.
Por outro lado, vai ser aberto concurso público para a concessão do parque de sucata, cujo termo expirou recentemente.«Vamos abrir um concurso no sentido de concessionar o parque de sucata de Santo António», disse Miguel Albuquerque.
-
Em relação ao monopólio dos jogos da Santa Casa da Misericórdia também discordo desta forma de gerir o jogo no país, embora os fins a que se destinam sejam de ordem social. No entanto, será mesmo verdade que esta Santa Casa nunca investiu um cêntimo na Região?
No que se refere à concessão do parque de sucata, há muito que este contrato deveria ter sido reclamado, porque os valores envolvidos eram demasiado irrisórios e a autarquia esteve a perder milhares de euros ao longo destes anos. Se alguém ganhou muito dinheiro não foi a Câmara.

Simpsons: Há 20 anos eles já eram um fenómeno

Desde 1989 que estão na televisão, nunca envelheceram, antes cresceram e adaptaram-se. Mas há quem pense que o mundo amarelo de Springfield já passou do prazo.

http://www.publico.pt/Cultura/simpsons-ha-20-anos-eles-ja-eram-um-fenomeno_1414330

quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Leituras Soltas II

Leituras Soltas II é uma compilação de contos e outros textos de reflexão de autores madeirenses, lançado na FNAC, no passado dia doze de Dezembro.
A obra foi editada em conjunto pela FNAC Madeira e pela Editora o Liberal e assume como principais objectivos conseguirem, em conjunto, recolher fundos para a AMI e para o Rotary Clube do Funchal. Apesar de estarmos na presença de um projecto literário, abrindo a possibilidade de escritores madeirenses publicarem os seus textos, a iniciativa surge associada à solidariedade e à cooperação entre empresas dirigidas por pessoas com sensibilidade social.
Durante a sessão de apresentação, com a presença do Secretário Regional da Educação, foram entregues dois cheques no valor de mil euros, um à secção Regional da AMI, (Assistência Médica Internacional) e outro ao Rotary Clube do Funchal. Estes valores correspondem às vendas de 500 exemplares do primeiro volume do Leituras Soltas, lançado no ano passado. Pode parecer um pequeno valor, mas, para estas instituições, representa muito, porque servirá para ajudar e auxiliar algumas das famílias mais necessitadas.
Neste segundo volume, podemos ler doze contos, maravilhosamente ilustrados por Luísa Spínola e Nelson Henriques. Neste livro Leituras Soltas II de 2009 escreveram: Amândio Reis, António Cruz, António Ferreira Neto, Francisco Fernandes, Graça Alves, Miguel Albuquerque, Paulo Rodrigues, Policarpo Nóbrega, Rui Caetano, Teresa Klut, Teresa Valério e Tibúrcio Azevedo.

Ministério da Educação não avança com acordo ortográfico no próximo ano

A aplicação do acordo ortográfico nas escolas não vai entrar em vigor no próximo ano, anunciou a ministra da Educação Isabel Alçada, esta manhã, no final da abertura do seminário “O Impacto das Avaliações Internacionais nos Sistemas Educativos”, no Conselho Nacional de Educação, em Lisboa. “Estamos a definir a estratégia mas ainda não estão definidas metas. Não é no próximo ano ainda, [porque] temos que fazer todo um trabalho com os diferentes parceiros para definir a forma como o acordo ortográfico será introduzido.”, disse à margem da conferência.
Isabel Alçada assegura que “não é complicado” aplicar o acordo nas escolas.No final de Novembro, em Bruxelas, a ministra da Cultura Gabriela Canavilhas disse que o acordo entrará em vigor em Portugal, sem atrasos, em Janeiro. “Há uma planificação prevista que vai ser cumprida, tal como ela foi aprovada”, disse Gabriela Canavilhas. No entanto, Portugal tem como meta 2014 para terminar a aplicação do acordo que foi assinado em 1990.
http://www.publico.pt/Educação/acordo-ortografico-nao-avanca-no-proximo-ano_1414168
-
Embora esteja de acordo com este acordo ortográfico, também considero que as coisas têm de ser bem planificadas e estruturadas. Nada de precipitações.

UE convencida de que adjudicação directa do Magalhães é ilegal

A Comissão Europeia já não tem dúvidas de que o processo de adjudicação directa dos computadores Magalhães à JP Sá Couto constitui uma infracção ao direito comunitário do mercado interno e já o fez saber ao Governo.
Esta convicção significa que se Lisboa não apresentar rapidamente argumentos novos e pertinentes para justificar a sua opção, Bruxelas imporá uma alteração ao quadro legal que rege o fornecimento do Magalhães e serviços associados, se necessário através da apresentação de uma queixa ao Tribunal de Justiça da União Europeia (UE).
-
A ser verdade é demasiado grave. Quem irá assumir as responsabilidades? Não basta acusar os outros e depois fazer igual ou pior.

terça-feira, 15 de dezembro de 2009

EUA retiram 800 mil lotes infantis de vacina da Sanofi por ser fraca

O Centro de Controlo e Prevenção das Doenças dos Estados Unidos ordenou, hoje, a retirada de 800 mil doses da vacina contra a gripe A fabricada pela farmacêutica Sanofi Pasteur, por alegadamente não ser suficientemente forte.
As doses da vacina são seringas pré-carregadas e sem conservantes pensadas para crianças com entre 6 meses e 3 anos, que constituem um dos principais grupos de risco de contágio e que devem tomar duas doses da vacina. De acordo com o Centro de Controlo e Prevenção das Doenças, que não sabe quantas doses da vacina já foram aplicadas, as crianças que as tomaram devem voltar a ser vacinadas.
Tendo por base testes laboratoriais, as autoridades sanitárias informaram que os lotes da vacina passaram nas provas para ser comercializados mas a sua potência enfraqueceu, posteriormente, entre 10 e 12 por cento.
Segundo o Centro de Controlo e Prevenção das Doenças, uma vez devolvidos os lotes não utilizados da vacina, não serão encomendadas mais doses sem conservantes. A farmacêutica Sanofi, que começou a distribuir a vacina da gripe A nos Estados Unidos em Setembro, fez 67 milhões de dólares com a sua venda no terceiro trimestre do ano e anunciou, em Outubro, que espera aumentar as vendas deste produto no quatro trimestre, encaixando 500 milhões de dólares.
A vacina da Sanofi não está à venda em Portugal. A gripe A já afectou cerca de 50 milhões de pessoas nos Estados Unidos, causando 10 mil mortes e perto de 213 mil internamentos entre Abril e 14 de Novembro, de acordo com o último balanço.

Uma vergonha no estacionamento do Hospital

Estacionar no parque do hospital faz mal à saúde. O parque junto ao hospital é dos mais caros da região, e não há alternativas
Mais de cinco euros por três horas de estacionamento foi quanto pagou João Andrade na caixa do parque que serve o Hospital Dr. Nélio Mendonça.
Um valor "exorbitante" que dava para estacionar um dia inteiro em qualquer um dos parques de estacionamento cobertos na baixa do Funchal. E ainda sobrava. "Fui com a minha mulher, que está grávida, a uma consulta no hospital, e já se sabe que as Consultas Externas demoram, e quando acabou e foi buscar o automóvel tive que pagar 5,30 euros", contou ao DIÁRIO, considerando um "exagero" tendo em conta que é o único local de estacionamento para quem precisa de ir ao hospital.
O conselho de administração do hospital rejeita responsabilidades e, através do gabinete de comunicação, diz mesmo que já tentou sensibilizar os proprietários do parque para esse problema, mas recebeu uma resposta negativa. "Em tempos falamos com a empresa, no sentido de baixarem o tarifário, mas não chegamos a acordo", disse fonte do conselho de administração.
Já a empresa garante que está disponível para chegar a um acordo, mas ressalva que tem de ser o hospital a custear a redução de preços. "O nosso tarifário é inferior ao que tinha sido acordado, e quem quiser estacionar estaciona, quem não quiser não estaciona", disse fonte da empresa ao DIÁRIO.
O tarifário actual, actualizado há cerca de seis meses, é de 1,40 euros por hora - antes era 1,10 euros -, e um dia no interior do parque custa perto de 20 euros."As pessoas não se podem esquecer que não são apenas médicos que param lá o carro, as pessoas que vão visitar doentes ou que vão as Consultas Externas precisam de estacionar", lembrou João Andrade.

Ninguém quer o dr. Jardim para liderar o PSD?

No DIÁRIO:
Lisboa rejeita Jardim.
PSD nem quer ouvir falar da possibilidade de Jardim avançar para Lisboa
A notícia foi ressuscitada no Funchal e houve mesmo figuras do PSD-M que asseguram na blogosfera que Alberto João Jardim estava a ser pressionado por figuras do partido para rumar a Lisboa e salvar o partido. No entanto, na capital ninguém quer ouvir ou comentar tal notícia, nem mesmo aqueles que em Maio se mobilizaram para esta solução e deram a cara por uma candidatura do líder do PSD-M à direcção nacional. "Não tenho conhecimento de nada disso pelo que nem posso falar desse tema", afirmou Marco António, líder da distrital do Porto. Também Mendes Bota, o rosto social-democrata do Algarve, conhecido regionalista e um dos grandes entusiastas da ideia nas últimas directas, não se mostrou mobilizado. "É a primeira vez que oiço isso", comentou.
http://www.dnoticias.pt/Default.aspx?file_id=dn04010109151209 -
Então o homem é tão bom e ninguém o quer? com um currículo daqueles e não o querem? Será porque o dr. Alberto não respeita ninguém? Será porque ele ofende tudo e todos e não aceita as opiniões dos seus opositores? Será porque tem tido, ao longo dos anos, um discurso ofensivo, malcriado e arrogante contra as instituições da República?
Será porque o dr. Alberto não é um homem democrata e só sabe gerir o poder de um modo autocrático? Ou será porque o dr. Alberto só sabe governar com milhões ao seu dispor sem qualquer controlo nem rigor? Expliquem lá por que motivo não querem o homem.

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

Quer trabalhar no Twitter? Há 28 vagas abertas

O Twitter abriu esta semana 28 vagas para trabalhar na empresa.
Entre as vagas, 28, grande parte estão direccionadas para a área da engenharia, embora estejam por preencher também postos para trabalho administrativo e desenvolvimento de negócios.
Para se candidatar não é necessário residir nos Estados Unidos, basta preencher a ficha de inscrição disponível no link. Para quem tenha uma conta no Linkedin, pode colocá-lo no formulário.


http://www.ionline.pt/conteudo/37463-quer-trabalhar-no-twitter-ha-28-vagas-abertas

Acção Social Escolar gastou entre 40 a 50 milhões de euros com o Magalhães

O secretário de Estado das Obras Públicas, Transportes e Comunicações, Paulo Campos, revelou hoje que o programa e-escolinha (Magalhães) custou entre 40 a 50 milhões de euros à Acção Social Escolar (ASE) e 20 milhões aos operadores de telecomunicações.

domingo, 13 de dezembro de 2009

Contemporâneos - Vai mas é trabalhar óóó...

Berlusconi agredido enquanto dava autógrafos

O chefe do Governo italiano, Silvio Berlusconi, foi hoje atingido no rosto com um murro, caiu por terra, a sangrar, e foi conduzido ao hospital de San Raffaelle, na cidade de Milão. Berlusconi estava a dar autógrafos, depois de um comício na praça do Duomo, a catedral, quando se aproximou dele um homem que conseguiu iludir a vigilância, segundo conta a edição online do "Corriere della Sera".
Tendo sido colocado no automóvel pelos seus guarda-costas, enquanto o agressor era detido, o presidente do conselho seguiu de imediato para a unidade hospitalar mais próxima, com sangue nos lábios e a cara cheia de equimoses.
Algumas das notícias que de imediato saíram nos vários sites dizem que o agressor poderia ter na mão uma réplica do Duomo, o edifício mais emblemático de Milão, uma daquelas pequenas lembranças que se vendem em todos os quiosques da zona.

Alberto João, o conflituoso, já se apercebeu o quanto tem prejudicado a MADEIRA?

Alberto João Jardim defende diálogo sem conflitualidade

O presidente do PSD/Madeira, Alberto João Jardim, afirmou ontem que a região tem de saber defender-se sem ser num clima de conflitualidade, argumentando que o “diálogo não é sinónimo de fraqueza”.
Lusa

sábado, 12 de dezembro de 2009

Ágora - de Alejandro Amenábar




Egipto, ano 391.
Alexandria é parte do império Romano e o Cristianismo torna-se a religião dominante. Quando as revoltas populares chegam à Biblioteca de Alexandria, Hipátia (Rachel Weisz), filósofa e ateísta, luta pela preservação da cultura do Mundo Antigo sem se aperceber que o seu jovem escravo, Davus (Max Minghella), está apaixonado por si.
Mas o jovem fica dividido entre o seu amor secreto e a promessa de liberdade em troca da sua aliança aos cristãos.Um épico sobre o Cristianismo e as suas injustiças, realizado por Alejandro Amenábar
-
Um filme a não perder.

Cristiano Ronaldo o mais rápido


Jorge Coelho reclama mais investimento em estradas no Interior «para combater a desertificação»

Conferências SOL
Ontem Jorge Coelho, defende a realização de mais investimentos em meios de transporte e infra-estruturas na região interior de Portugal, para ajudar ao desenvolvimento da economia nacional. O CEO da construtora Mota-Engil falava esta manhã na conferência promovida pelo SOL, em que intervieram também Ernâni Lopes e Fernando Ruas.
-
Excelente iniciativa do SOL. Em relação às ideias de Jorge Coelho, que já esteve em Governos, concordo com a sua estratégia, mas, senhor da Mota-Engil, com concursos públicos transparentes, pode ser?

sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

PS permite mais 79 milhões para a Madeira

José Sócrates amigo da Madeira: mais 79 milhões, por acordo entre o Pirmeiro-Ministro de Portugal e o Presidente do Governo Regional da Madeira

Ler em:
http://bastaqsim.blogspot.com/2009/12/jose-socrates-amigo-da-madeira-mais-79.html

Vergonha deste Governo Regional da Madeira

Polidesportivo nunca foi usado em três anos.
Diferendo entre Governo e Metropolitana remonta à altura do início das obras.
Os alunos da Escola Básica e do 1.º Ciclo com Pré-escolar do Porto da Cruz nunca tiveram autorização para utilizar o polidesportivo construído há três anos pela Sociedade Metropolitana de Desenvolvimento (SMD), 'paredes meias' com o edifício do estabelecimento de ensino. O campo nunca foi utilizado pelos alunos nem por outra entidade, devido a um diferendo entre o Governo Regional e a SMD. Só agora, a Sociedade, dona do recinto, admite realizar um protocolo com a Secretaria de Educação de modo a permitir a utilização do polidesportivo pelos alunos.
-
Mas a Metropolitana não é uma Sociedade de Desenvolvimento dependente do Vice-Presidente do Governo?

Prémio Pessoa atribuído a D. Manuel Clemente

O vencedor deste ano do Prémio Pessoa é D. Manuel Clemente, bispo do Porto. "Em tempos difíceis como os que vivemos actualmente, D. Manuel Clemente é uma referência ética para a sociedade portuguesa no seu todo", considerou o júri do prémio Pessoa.
"A sua intervenção cívica tem-se destacado por uma postura humanística de defesa do diálogo e da tolerância, de combate à exclusão e da intervenção social da Igreja. Ao mesmo tempo que leva a cabo a sua missão pastoral, D. Manuel Clemente desenvolve uma intensa actividade cultural de estudo e debate público. Em tempos difíceis como os que vivemos actualmente, D. Manuel Clemente é uma referência ética para a sociedade portuguesa no seu todo", pode ler-se na acta da reunião do júri.

Orçamento rectificativo aprovado na generalidade com votos favoráveis só do PS

A proposta do Governo de segunda alteração ao Orçamento do Estado para 2009, que aumenta o limite de endividamento para 15.012 milhões de euros, foi hoje aprovada, na generalidade, com os votos favoráveis apenas do PS.
PSD, CDS-PP, PCP e PEV abstiveram-se e o BE votou contra a proposta de alteração orçamental do Governo.
O limite de endividamento já tinha sido aumentado para 10.107,9 milhões de euros em Janeiro, através de uma primeira alteração ao Orçamento para 2009.
Nesta segunda alteração, o valor do aumento do limite de endividamento é de 4.904,1 milhões de euros face à última alteração.
O Governo justifica este aumento com uma quebra das receitas fiscais de 13,2 por cento.

quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

Governo da República deve 5% IRS as autarquias das regiões autónomas- a lei é clara

Artigo 19.º
Repartição de recursos públicos entre o Estado e os municípios

1 - A repartição dos recursos públicos entre o Estado e os municípios, tendo em vista atingir os objectivos de equilíbrio financeiro horizontal e vertical, é obtida através das seguintes formas de participação:

a) Uma subvenção geral determinada a partir do Fundo de Equilíbrio Financeiro (FEF) cujo valor é igual a 25,3% da média aritmética simples da receita proveniente dos impostos sobre o rendimento das pessoas singulares (IRS), IRC e sobre o valor acrescentado (IVA);
b) Uma subvenção específica determinada a partir do Fundo Social Municipal (FSM) cujo valor corresponde às despesas relativas às atribuições e competências transferidas da administração central para os municípios;
c) Uma participação variável de 5% no IRS, determinada nos termos do artigo 20.º, dos sujeitos passivos com domicílio fiscal na respectiva circunscrição territorial, calculada sobre a respectiva colecta líquida das deduções previstas no n.º 1 do artigo 78.º do Código do IRS.
-
Artigo 25.º
Transferências financeiras para os municípios

1 - São anualmente inscritos no Orçamento do Estado os montantes das transferências financeiras correspondentes às receitas municipais previstas nas alíneas a), b) e c) do n.º 1 do artigo 19.º .
2 - Os montantes correspondentes à participação dos municípios nas receitas referidas no número anterior, com excepção da relativa ao FEF, são inscritos nos orçamentos municipais como receitas correntes e transferidos por duodécimos até ao dia 15 do mês correspondente.
(...)
7 - São devidos juros de mora por parte da administração central, nos casos de atrasos nas transferências financeiras para os municípios.

http://www.igf.min-financas.pt/inflegal/bd_igf/bd_legis_geral/leg_geral_docs/LEI_002_2007.htm#ARTIGO_20

-
A Lei das Finanças Locais é clara. O ponto 1. do artigo 25.º é esclarecedor.

Troca de insultos entre deputados




Alguns dos deputados da República aprenderam com a Assembleia Legislativa da Madeira. Deviam ter tido alguma convivência com o presidente do PSD-M e, pelo que se vê neste vídeo, fizeram um estágio na Assembleia Legislativa da Madeira sem ninguém saber. Mas aprenderam muito bem. Aprenderam a lei do insulto e da falta de respeito.

terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Transferências aprovadas pelo Governo da República





MAPA XIX - TRANSFERÊNCIAS PARA OS MUNICÍPIOS
PARTICIPAÇÃO DOS MUNICÍPIOS NOS IMPOSTOS DO ESTADO - 2009


IRS a transferir - MADEIRA

CALHETA - 5,0% -187 304
CÂMARA DE LOBOS - 5,0% - 293 924
FUNCHAL - 5,0% - 5 484 640
MACHICO - 5,0% - 321 263
PONTA DO SOL - 5,0% - 107 879
PORTO MONIZ - 5,0% - 33 106
PORTO SANTO - 5,0% - 391 145
RIBEIRA BRAVA - 5,0%- 165 155
SANTA CRUZ - 5,0% - 1 185 939
SANTANA - 5,0% - 76 214
SÃO VICENTE - 5,0% - 72 480


LER EM:
http://www.dgo.pt/oe/2009/Aprovado/Mapas/map19-2009.pdf
-
Este mapa faz parte do OE. Quem aprovou e escreveu que iria transferir estas verbas para as Câmaras das Regiões Autónomas, correspondentes aos 5% de IRS, foi o Governo da República.
O ex-Secretário de Estado Adjunto e da Administração Local, Eduardo Cabrita, disse-me pessoalmente que as autarquias tinham 100% de razão e os seus assessores, homens e mulheres com formação jurídica, com quem também falei, garantiram-me que as autarquias tinham toda a razão e que iriam ganhar o processo em Tribunal.

5% - IRS - AUTARQUIAS das Regiões Autónomas


ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA
Lei n.º 64-A/2008
de 31 de Dezembro

Orçamento do Estado para 2009

A Assembleia da República decreta, nos termos da
alínea g) do artigo 161.º da Constituição, o seguinte:

CAPÍTULO I

Aprovação do Orçamento

Artigo 1.º

Aprovação

1 — É aprovado pela presente lei o Orçamento do Estado
para o ano de 2009, constante dos mapas seguintes:

a) Mapas I a IX, com o orçamento da administração
central, incluindo os orçamentos dos serviços e fundos
autónomos;
b) Mapas X a XII, com o orçamento da segurança social;
c) Mapas XIII e XIV, com as receitas e despesas dos
subsistemas de acção social, de solidariedade e de protecção
familiar do Sistema de Protecção Social de Cidadania
e do Sistema Previdencial;
d) Mapa XV, com os Programas de Investimento e
Despesas de Desenvolvimento da Administração Central
(PIDDAC);
e) Mapa XVI, com as despesas correspondentes a programas;
f) Mapa XVII, com as responsabilidades contratuais
plurianuais dos serviços integrados e dos serviços e fundos
autónomos, agrupados por ministérios;
g) Mapa XVIII, com as transferências para as regiões
autónomas;
h) Mapa XIX, com as transferências para os municípios;
i) Mapa XX, com as transferências para as freguesias;
j) Mapa XXI, com as receitas tributárias cessantes dos
serviços integrados, dos serviços e fundos autónomos e
da segurança social.
Ler em:
-
Foi o Governo da República que aprovou o Orçamento. E que eu saiba o OE é para se cumprir. Ou o Governo não cumpre o que aprova e nós aplaudimos?

Cristiano Ronaldo marcou dois golos na vitória do Real Madrid (3-1) em Marselha

EUA: Hollywood quer tirar Óscar a Al Gore

Dois membros da Academia de Hollywood exigiram que se tire o Óscar concedido em 2007 ao ex vice-presidente dos Estados Unidos Al Gore, por falsear dados no seu documentário sobre as alterações climáticas "Uma Verdade Inconveniente".
A exigência, veiculada sexta-feira por órgãos de comunicação locais, chegou na véspera da Conferência sobre as alterações climáticas das Nações Unidas em Copenhaga que começou no dia 7 de Dezembro e na qual se pretende chegar a um compromisso dos países mais industrializados para reduzir as suas emissões da gases com efeito de estufa, assim como assentar as bases de um plano que substitua o protocolo de Quioto.
Os guionistas Roger L. Simon e Lionel Chetwynd, de tendência conservadora, põem em causa a estatueta concedida a Gore argumentando com correios electrónicos divulgados recentemente que põem em dúvida a validade de alguns dados incluídos no documentário.


http://clix.expresso.pt/eua-hollywood-quer-tirar-oscar-a-al-gore=f551807

sábado, 5 de dezembro de 2009

CMF quer Governo a pagar IMI da utilidade turística

Primeira autêntica unanimidade na CMF foi para exigir ao Governo que mude a lei.
O Governo deve compensar as Câmaras, em especial a do Funchal, pela perda de fundos resultante da atribuição de utilidade pública turística. A ideia não é nova na CMF, mas agora faz parte de uma resolução aprovada por unanimidade, na última reunião de Câmara. A proposta foi do vereador socialista e mereceu o voto unânime dos presentes. Da oposição só esteva ausente o vereador do PP, Lino Abreu. Artur Andrade e Gil Canha votaram ao lado de Rui Caetano e de toda a equipa de Albuquerque.
O autor da proposta explica que a ideia subjacente ao documento aprovado é que o Governo Regional seja responsabilizado por compensar as autarquias pelas verbas que perdem em IMI, quando atribui o estatuto de utilidade pública turística. Rui Caetano diz que a lógica é a mesma que o Governo Regional aplica ao Governo da República: quando provoca a perda de determinado fundo deve compensar.
http://www.dnoticias.pt/Default.aspx?file_id=dn04010101051209

Câmara Municipal do Funchal - proposta do PS aprovada por unanimidade

Proposta de resolução



As autarquias necessitam de renovar as suas estratégias com o objectivo de arrecadar mais receita para tentar responder às solicitações dos munícipes e às necessidades do Concelho. Reconhecemos que, em época de crise mundial, não é fácil ter um orçamento equilibrado entre as despesas e as receitas.
Deste modo, a CMF necessita de encontrar outras formas para aumentar as suas receitas de modo a servir cada vez melhor os funchalenses.

1 - É no Funchal que se situa a maioria das unidades hoteleiras. O Governo Regional atribui a declaração de empreendimento hoteleiro de utilidade turística a diversas empresas do ramo, garantindo-lhes a isenção do Imposto Municipal sobre Imóveis.
Conscientes de que este benefício fiscal, aplicado pelo Governo Regional, vem retirar uma grande fatia de receitas ao orçamento da CMF, propomos que a autarquia solicite ao Governo Regional a reformulação do Quadro Financeiro do Regime de Utilidade Turística, através de uma iniciativa legislativa a aprovar na Assembleia Legislativa da Madeira, de modo que as Câmaras não sejam prejudicadas nas suas receitas.


Funchal, Novembro de 2009

O vereador do PS-M
__________________
Rui Alberto Pereira Caetano

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

PS apoia comissão de combate à corrupção proposta pelo PSD

Francisco Assis anunciou hoje que a bancada parlamentar do PS vai viabilizar a constituição de uma comissão eventual para o combate à corrupção, ideia lançada por José Pacheco Pereira e depois proposta pelo grupo social-democrata.
-
Acho muito bem. Não obstante, o que os portugueses anseiam é por medidas concretas e eficazes de combate à corrupção. Basta de deixa andar, basta de conversas, discussões e adiamentos. Avancem, e já, com medidas eficientes. Não tenham medo de combater a corrupção.

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

Empreendedorismo social II

O mundo mudou drasticamente. As pessoas vivem durante mais tempo, as novas tecnologias e os novos meios de comunicação permitiram às pessoas, à informação e ao próprio dinheiro circularem por todo o mundo de forma rápida e mais barata.
Ora, estas mudanças no mundo, criaram novas necessidades às pessoas, novas expectativas de vida, novos sonhos, novas metas e passaram a querer fazer mais do que ver a vida passar por si sem deixarem qualquer marca pessoal.
Esta nova forma de pensar e agir trouxe, sem dúvida, mais gente ao empreendedorismo social.
Hoje, há mais pessoas com liberdade, tempo, riqueza, saúde, exposição pública, mobilidade social e confiança para se dedicarem aos problemas sociais de forma mais estruturada e empenhada.
A procura de ajuda aumentou, não há dúvida, no entanto, a oferta no campo da ajuda aumentou também de modo considerável e nas mais diversas perspectivas de actuação.
A revolução das tecnologias de comunicação tornaram as injustiças universais mais visíveis e palpáveis do que antes, oferecendo aos milhões de pessoas do mundo um conhecimento mais próximo, abrangente e detalhado da realidade.
Esta proximidade, possível apenas pelo poder da comunicação social, fez com que os cidadãos ficassem mais sensíveis e desejosos de ajudar, porque estão mais cientes da destruição ambiental, da pobreza enraizada no mundo, das catástrofes ao nível da saúde, dos abusos contra os direitos humanos, da escalada da violência, em suma, passou a surgir à frente dos olhos e a tocar no coração os grandes flagelos do mundo contemporâneo.

Eduardo Lourenço - Camões e Pessoa vítimas de «confiscação patriótica»

Apesar de Fernando Pessoa ter procurado em Mensagem, publicado há 75 anos, ir além da História de Portugal, o seu poema épico acabou alvo de «confiscação patriótica», tal como a obra que ambicionava superar - Os Lusíadas, de Camões
Para Eduardo Lourenço, ensaísta convidado para a sessão comemorativa do 75º aniversário da publicação de Mensagem, o poema épico de pessoa foi «tomado de imediato como uma espécie de bíblia no nacionalismo poético, apesar do seu misticismo obscuro», de tal forma que chegou a ser «um livro quase popular».
«Em parte devido a essa confiscação patriótica do poema, muitos dos que admiravam Pessoa como um mago que alterara a nossa paisagem lírica e a nossa visão do mundo prestaram pouca atenção» a Mensagem, afirmou o ensaísta, na sessão que decorreu num repleto auditório da Biblioteca Nacional, em Lisboa.
«É um livro de um outro futuro, 'Mensagem' teria que esperar uma leitura mais adequada ao seu mistério e à sua intrínseca estranheza, tanto no fundo como na forma, num outro tempo mais propício e aberto, igualmente mais complexo e estranho», acrescentou.

http://sol.sapo.pt/PaginaInicial/Cultura/Interior.aspx?content_id=155748

Benfica e Sporting iguais na falência técnica

As contas do primeiro trimestre das SAD dos três principais clubes, divulgadas entre segunda e terça-feira, revelam Benfica e Sporting com níveis idênticos de falência técnica, a rondar os 18 milhões de euros de capitais próprios negativos
Bem diferente é a situação do FC Porto, que aproveitando o encaixe com as vendas de Lisandro Lopez, Cissokho e Ibson, saiu do âmbito do artigo 35 do código das sociedades comerciais, ao apresentar 46 milhões positivos de capitais próprios - acima dos 37,5 milhões que representam metade do capital social.
http://sol.sapo.pt/PaginaInicial/Desporto/Interior.aspx?content_id=155758

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

Messi ganha Bola de Ouro

Ronaldo em segundo.
O médio ofensivo da Argentina e do FC Barcelona, Lionel Messi, ganhou o prémio Bola de Ouro 2009, anunciou hoje o site de Internet do jornal desportivo francês France Football
Com 473 pontos, Messi passou à frente de Cristiano Ronaldo, o vencedor da edição anterior, que em 2009 representou o Manchester United antes de se transferir para o Real Madrid. Ronaldo terminou a votação com 233 pontos.
SOL com agências

Habitação?

À entrada do Bairro da Cruz Vermelha, em Lisboa, vivem quatro famílias em casas à beira da ruína, onde a água escorre pelas paredes, há tectos seguros com barrotes e quem chame casa de banho a um buraco no pátio. ©Lusa

segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Transparency International - maior ONG contra corrupção entra em Portugal

Um grupo de especialistas portugueses, como Luís de Sousa (do ICS), Saldanha Sanches, Paulo Morais e Adelino Maltez, vai esta semana formalizar uma estrutura que permitirá a entrada da Transparency International em Portugal - que é um dos três países da Europa sem qualquer ligação à mais prestigiada ONG de luta contra a corrupção
Portugal é um dos três países da Europa sem qualquer entidade reconhecida pelo mais importante organismo internacional de luta contra a corrupção, a Transparency International - a Organização Não Governamental que publica o único ranking de corrupção mundial, que trabalha com a ONU. A ausência só tem paralelo em Malta e Islândia. Mas agora, pela primeira vez, um grupo de especialistas iniciou o processo de "adesão" àquela organização, que levará - se tudo correr bem e a avaliação for positiva - a um reconhecimento pleno em 2012.


http://dn.sapo.pt/inicio/portugal/interior.aspx?content_id=1434518

Associação Nacional de Municípios diz que verbas do QREN estão a ser mal geridas

As taxas de execução do QREN estão abaixo do razoável e as verbas deste programa estão a ser mal geridas, afirma a Associação Nacional de Municípios Portugueses.
As taxas de execução do Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN), que enquadra as verbas de Bruxelas no âmbito do actual quadro de apoio a Portugal, estão abaixo do razoável e as verbas deste programa estão a ser mal geridas, afirma a Associação Nacional de Municípios Portugueses num documento preparatório do seu XVIII Congresso.
“O QREN 2007/2013 [tem] taxas de execução [que] se encontram muito abaixo do que poderia ser considerado razoável. Este assunto assume uma importância política estrutural, porque trata-se de um programa comunitário cujas verbas estão a ser mal geridas, seja por excesso de burocracia, seja por outros motivos que importa clarificar. Ao não estarem a ser aproveitadas as verbas existentes do QREN, está a prejudicar-se, directamente, a população portuguesa e o desenvolvimento da nossa economia”, refere no documento a direcção da ANMP, que na sexta-feira e sábado junta em Viseu mais de mil autarcas no seu XVIII Congresso.

domingo, 29 de novembro de 2009

Pedro Abrunhosa - Beijo


-
Uma canção muito bonita, não apenas pela letra, mas também pela voz harmoniosa e pela leveza da música.

"O uso de peles de animais não é elegante"

Cerca de meia centena de pessoas fizeram um protesto hoje em Madrid contra a indústria dos casacos de pele. A manifestação não teria sido nada de especial, se não fosse a originalidade dos activistas da associação “Anima Naturalis”.
Os 50 manifestantes deitaram-se nus e banhados com sangue falso na Praça Puerta del Sol, simulando um massacre. ~
Os activistas ficaram assim deitados durante 20 minutos, apesar de frio que fazia no centro de Madrid.“O objectivo é tornar os participantes conscientes de que o uso de peles de animais não é elegante, mas é muito cruel e egoísta”, explicou um dos organizadores do protesto. “Hoje podemos vestir-nos com outros tipos de materiais”, conclui.

Suíça: mais de 57 por cento da população votou contra minaretes nas mesquitas

A Suíça aprovou hoje, por mais de 57 por cento, os apelos da extrema-direita a que seja proibida a construção de novos minaretes no país, indicam os resultados oficiais do referendo efectuado nos 26 cantões.

Face Oculta - Suspeitos foram avisados das escutas

Os arguidos no ‘processo Face Oculta’ deixaram de usar os seus telemóveis habituais a partir de 25 de Junho, no auge da polémica causada pelo negócio PT/ TVI, existindo a suspeita de uma fuga de informação nessa altura, quando começaram a chegar a Lisboa as primeiras certidões enviadas pelo DIAP de Aveiro.
-
A ser verdade é um escândalo demasiado grande para ficar impune. A corrupção está infiltrada até às entranhas do nosso país. Quem acaba com isto?

sábado, 28 de novembro de 2009

Violência de manifestantes anti-capitalismo em Genebra

Uma manifestação com milhares pessoas, que protestavam contra a Organização Mundial de Comércio, degenerou em distúrbios no centro de Genebra, na Suíça, com a destruição de montras de bancos, comércio de relógios e até cafés. Uma dezena de carros foi incendiada e houve confrontos com as autoridades.
A maioria dos manifestantes era pacífica, mas alguns tinham máscaras e estavam armados com bastões de madeira: foram destruindo as janelas das montras por onde passaram, dando preferência a bancos e lojas que comercializam relógios, dois dos principais produtos económicos pelos quais a Suíça é conhecida mundialmente. Também atingiram um hotel, diz o site Romandie News.
http://dn.sapo.pt/inicio/globo/interior.aspx?content_id=1433400&seccao=Europa

Sporting - Benfica

O meu BENFICA tem de demonstrar hoje o seu grande valor.

Toneladas de peixes mortos na Amazónia

Toneladas de peixes mortos amontoam-se por mais de 40 quilómetros nas margens do rio Manaquiri, na Amazónia brasileira.
A seca e as temperaturas elevadas estão na origem do problema. O nível das águas do rio só deverá regressar à normalidade em Janeiro, quando começar a época das chuvas.
http://videos.publico.pt/Default.aspx?Id=adff4bd6-8f7e-44f5-a61b-eed1a606d9fc

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Lua Nova -Trailer

'Buraco' no 'Areal Dourado' estimado em 60 mil euros

O caso está a ser averiguado pelo mp. autarquia pediu auditoria às contas da empresa
O 'desvio' de verbas da empresa municipal 'Areal Dourado' está estimado em aproximadamente 60 mil euros. Apesar dos dados não serem oficiais, pois ninguém da autarquia do Porto Santo está disponível para comentar o caso, fontes ontem contactadas revelaram que em pouco mais de dois anos, ou seja, desde 2007, terá sido desviada uma verba significativa dos cofres daquela empresa. Em verbas em causa terão sido usadas por um dos membros do Conselho de Administração da empresa em proveito próprio, nomeadamente aquisição de bens e serviços de vária natureza. Desconhece-se, para já, se também houve desvios de verbas.

Secretário saiu da sala no início da sessão devido às críticas de Élvio Jesus ao SESARAM

Jardim Ramos abandona seminário.
As críticas do presidente do Conselho Directivo Regional da Ordem dos Enfermeiros (OE), Élvio Jesus, ao Serviço Regional de Saúde da Madeira (SESARAM), ontem à tarde, durante um seminário sobre 'Emergência Pré-Hospitalar', fez com que o secretário regional dos Assuntos Sociais, Francisco Jardim Ramos, abandonasse voluntariamente a sala durante a sessão de abertura, acompanhado por outros membros do SESARAM e da secretaria que tutela.
-
É esta a democracia que temos na Região. Os governantes não aceitam a crítica, quando são confrontados, fogem, viram as costas e depois criticam quem critica.

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Plano de Urbanização da Ribeira de São João

A Câmara Municipal do Funchal vai aprovar amanhã a versão final do Plano de Urbanização da Ribeira de São João.
Votarei contra.
O Plano, que deveria preparar a nossa cidade para o futuro, surge apenas com uma visão no passado, isto é, vem tentar legalizar as ilegalidades cometidas ao longo dos últimos anos. O edifício das Minas Gerais, o Dolce Vita entre outros.
Em relação ao futuro, vem apenas abrir a possibilidade de aumentar a volumetria e os índices de ocupação de determinadas zonas que não estavam contempladas no PDM.

Escândalo de apostas ilegais atinge jogos das competições europeias

O escândalo de apostas ilegais desvendado na semana passada contempla pelo menos sete jogos da Liga dos Campeões e da Liga Europa, anunciou esta quarta-feira a UEFA.
O organismo que rege o futebol europeu revelou ainda que vai abrir uma investigação sobre o assunto, tornado público na passada sexta-feira pelas autoridades alemãs, em Bochum.