sexta-feira, 2 de maio de 2008

As minhas poesias



A minha oferta




Ofereço-te os sons da Natureza

o todo magnífico

ofereço-te

a alma dos segredos soltos

em asas selvagens sem firmamento


repara:

a harmonia das cores

o vasto mar

o sol a aquecer o sangue até à tua inquietação


é tudo para ti

agarra

como se fosse a grande crença


e

esconde no coração apenas aquela porção de céu

a bater no silêncio da maresia

não desisto enquanto não te oferecer a eternidade

a riqueza única

o húmus da minha paixão.


-


Rui Caetano

33 comentários:

O Profeta disse...

De uma rara beleza atua poesia...


Abraço

mia disse...

voce escrive muito bonito e chega

profundo como o mar

a meo coraçao


beijinhos do mar tambem


♥♥♥beijos♥♥♥

BaBy_BoY_sWiM disse...

Formidavel...

*Carol Porne* disse...

Olá!

A intensidade do amor foi muito bem expressa nesse seu poema. Quando amamos somos assim, damos tudo pelo bem e pela alegria do outro. Gostei muito!

Obrigada pela visita! Sinta-se livre para voltar quando quiser!

Beijos e bom fim de semana

theresia disse...

Rui
Que lindas as tuas palavras, perdemo-nos nelas e deixamos as emo�es vaguear neste mar que nos apaixona.

Um abra�o e bom fim de semana

O Micróbio II disse...

Passando por cima da ilustração (que não aprecio o género), as palavras são magníficas!

mariadosol disse...

É assim mesmo: há que desocupar as gavetas e mostar...
:)

Paula Calixto disse...

Belas palavras e linda imagem! (:

Beijos.

Multiolhares disse...

quem oferece a eternidade, oferece a propria alma
Bj

Betty Branco Martins disse...

querido_________Rui




.a





maior riqueza








que.um_______sER







pode oferecer









serÁ______o________amOr









belíssimo:)











beijO________C_____carinhO

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá querido Amigo Rui, belíssimo poema... Adorei!
Beijinhos de carinho,
Fernandinha

jasmimdomeuquintal disse...

Olá
Obrigada pela visita. tenho estado ausente e no 1º de maio andei a apanhar a espiga, como nos velhos tempos.
Bom fim de semana

WILLIAM (Penso, Logo Escrevo...) disse...

bom FDS tambem.
E obrigado pela visita.
Volte sempre

Dama de Cinzas disse...

Obrigada por sua visita em meu blog!

Beijos

Isabel Santos disse...

Olá Rui!
Parabéns, gostei muito do teu poema.
Continua...
Tem um excelente fim de semana.

Rosamaria disse...

Rui
Vim agradecer tua visita, volta sempre.

Tua poesia é muito linda!
Voltarei.
Um abraço.

Ms Dragonfly disse...

that is so beautiful, amazing colors!

Lula May disse...

Cómo me gustaría saber apreciar tu escrito en toda su dimensión sin el handicap del idioma. Los sonidos de la naturaleza son los sonidos de la vida. Precioso el ritmo.

Gracias mil, Rui.
Beijinhos,
Lula.

Espaço do João disse...

Meu caro Rui.
Não sei porquê,depois de criar meu blog, passei a gostar mais de poesia. Já sabia que um poeta era um sonhador mas, poesia a sério só para quem tiver veia poética e, o meu amigo ficará entre outros gravados na minha memória , isto é; enquanto esta bola que está sobre meus ombros puder compreender os sonhadores. Estarei sempre presente enquanto houver um poeta no mundo, pois sem poetas esta pasmaceira nunca mais sairá da cepa torta. Um bom fim de semana e, que essa veia nunca seja interrompida. Um abraço do João

Manuela disse...

Muito lindo este poema.
Também lhe ofereço um abraço e desejar um bom fim de semana.
Obrigado por Visitar A Taverna.


Manuela

biazinha disse...

O amor é generoso em sua essência!
O mesmo digo: belo poema e bela imagem!
Volte sempre!

bjuxxx.

^^

Vanda disse...

bela promessa de amor,



com um universo nas mãos.

Hosana Heitz disse...

Que Poeta!
Vim retribuir sua visita! Adorei.
Obrigada, e está listádo nos meus favoritos, lá na minha página.
;)

EDUARDO disse...

Um forte abraço amigo e obrigado por este poema mágico!

jawaa disse...

Obrigada por este poema bonito que escreveste no meu dia...
Um abraço

Andreia Lopes disse...

O mais belo presente... a humildade de oferecer o mais simples!
*

Oliver Pickwick disse...

Quase brinca de Deus, prezado Rui, nesta declaração invulgar e poesia de rara beleza.
Já disse uma vez e repito, deveria publicar poesias com mais freqüência.
Um abraço!

Berta Helena disse...

Um amor intenso e um poema que dá gosto ler. Não só uma vez, várias...

Abraço.

poetaeusou . . . disse...

*
respiro poesia,
. . . aqui . . .
,
abr�.
,
*

*.* Carla Freitas *.* disse...

Lindo poema, ao qual vocabulos são desnecessários proferir pois o essencial esta expresso.

Gostei

*.* bjx *.*

STELLA MARIS TABORO disse...

Nada se ha perdido,
te doy mis manos hermano,
mi corazón para alentarte,
mis ojos para alumbrarte,
Harás el camino
con tus convicciones
nunca con tus aflicciones.
Nada se ha perdido
te doy mi fe para que abras senderos
mi esperanza para animarte.

STELLA MARIS TABORO
REP. ARGENTINA

Xinha disse...

Olá !!

Palavras para quê ??
O essencial já foi dito .

É um belissimo poema.
Gostei do teu cantinho.
Vou voltar !! :)

Xi-coração

Xinha disse...

Olá !!

Palavras para quê ??
O essencial já foi dito .

É um belissimo poema.
Gostei do teu cantinho.
Vou voltar !! :)

Xi-coração