quarta-feira, 16 de julho de 2008

Não há crise na Madeira?

Ontem, durante a visita oficial à Expomadeira, Ventura Garcês, secretário regional do Plano e Finanças, afirmou, sem qualquer vergonha nem problemas de consciência, que "Não há crise na Madeira, porque vamos ter um crescimento económico e havendo crescimento não há crise".
Crescimento económico? Onde? Quando? Quer dizer que os 8 mil desempregados existentes na Região não significa crise? As falências, quase diárias, de empresas, não quer dizer crise? O encerramento de diversos negócios ligados ao comércio tradicional, não significa crise? O facto de haver milhares de cidadãos madeirenses a entregar as suas habitações e os seus automóveis aos bancos porque não têm dinheiro para pagá-los, não significa crise? A dura realidade de ter aumentado o número de pobres na Região, não significa crise? O facto de ter aumentado a quantidade de pessoas que procuram ajuda na Cáritas, não significa crise?
Oh senhor secretário, o que é para si crise? Faltar-lhe dinheiro no seu bolso? Só quando sentir essa falta é que vai reconhecer que existe crise na Madeira?
Os madeirenses mereciam mais respeito e políticas de combate a esta situação de crise que existe de verdade nas suas casas.
No entanto, este Governo Regional do PSD nada faz para contrariar este flagelo.

5 comentários:

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Desculpe, mas não consegui acompanhar o seu texto.
Você não vem prestigiar-me no meu Blog, no meu novo post comemorativo dos meus 38 quilos? Espero por vc e convalescente não tem muita paciência...
wwwrenatacordeiro.blogspot.com
não há ponto depois de www
Um beijo,
Renata

Hermínia Nadais disse...

Isto... é um mal geral... crise mundial... chamemos-lhe o que quisermos.
Valha-nos quem nos possa valer!...

3RRR disse...

Não maior cego do que aquele que não quer ver.

Alexandro Pestana - www.miradouro.pt disse...

Ah povo enganado! Tenho varios amigos que estao em casa a receber o do desemprego e depois dizem que não há crise na madeira? loool

Pekenina disse...

Haha gosto! E que tal mostrar este post ao Sr Alberto João? ;-)

Beijinho*