terça-feira, 10 de novembro de 2009

Na Madeira, o GR colocou Escolas e museus no 'prego' ?

CDS-PP pede contas a Ventura Garcês sobre o destino dado a 150 milhões de euros
Um total de 41 edifícios, propriedade da Região, foram dados como garantia no negócio que, em 2007, envolveu o Governo Regional e a PATRIRAM - Titularidade e Gestão de Património Público Regional e que implicou um financiamento imediato de 150 milhões de euros.Estes imóveis, que vão de escolas a centros de saúde e museus, têm um valor global de 165 milhões, foram concessionados à empresa e posteriormente 'arrendados' pelo próprio Governo.
As rendas terão sido dadas como garantia para o empréstimo bancário. Uma dívida que o deputado do CDS Lino Abreu garante que estará a custar, mensalmente, "dois milhões de euros e vai custar, no final, 450 milhões à Região".

1 comentário:

xistosa - (josé torres) disse...

Falar do que não se conhece é meter as mãos pelos pés.
Mas parece-me que a classe política dirigente está a sacar o máximo no mínimo de tempo.
E não há cores clubistícas ...