domingo, 28 de dezembro de 2008

Funchal - Chuva intensa volta a fazer estragos



No Funchal, é sempre assim. Basta chover com alguma intensidade. Porque será?
-
"As chuvas e o vento forte que se fizeram sentir na Madeira na noite de sexta-feira e madrugada de ontem voltaram a fazer estragos. Estradas interrompidas por causa de derrocadas e adufas entupidas foram algumas das ocorrências que deram trabalho, não só às corporações dos bombeiros da capital mas também a funcionários da Câmara Municipal do Funchal.
Na manhã de ontem, algumas derrocadas impediram a circulação automóvel durante várias horas. Uma delas aconteceu na Estrada Monumental, na zona das Quebradas. A queda de pedras e terras durante a madrugada ocupou uma faixa de rodagem e condicionou o trânsito."

2 comentários:

Espaço do João disse...

Meu caro Rui Caetano.
É certo e sabido que quanto mais avançar o betão,maior é o risco de derrocadas e inundações.
Esta informação não é da minha responsabilidade, mas sim duma sumidade nacional, chamado Arquitecto Ribeiro Teles. Tenho muita consideração por esse Senhor, pois já tive o grato prazer de trabalhar com ele. Muito embora não seja da minha cor política, tenho por ele um grande respeito e amizade. Lisboa tem sido muito avisada pelo Sr. e, ninguém lhes dá importância, qualquer dia dar-lhe-ão a razão. Eu não me admiro que Lisboa na sua Baixa venha a sofrer precocemente um drama. Como tal a Madeira não está impune a essas causas. Um abraço amigo. João

3RRR disse...

O Prof.Raimundo Quintal muito avisa, mas parece que não querem ouvir.
E depois a responsabilidade não é de ninguém, ou melhor, é do tempo.