segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

A Universidade da Madeira e o advogado Ricardo Vieira


Isto é mesmo assim? Li no DN:
"Queixa contra Ricardo Vieira.
Presidente do departamento de biologia pede esclarecimentos à ordem.
A 'guerra' entre o Departamento de Biologia e a reitoria da UMa assume, agora, novos contornos. ´
Graça Costa, presidente do Departamento e da respectiva Comissão Científica, tem dúvidas quanto à actuação do advogado Ricardo Vieira, tendo pedido esclarecimentos à Ordem dos Advogados.
Na queixa, que deu entrada no passado dia 27 de Novembro, a docente refere que "aparentemente, o Sr. Dr. Ricardo Vieira é advogado e defensor da Universidade da Madeira e, em simultâneo e ao mesmo tempo, advogado e defensor contra a mesma Universidade da Madeira".

3 comentários:

Luísa Henriques Gouveia disse...

Não tem ponta por onde se pegue essa queixa. E o tempo vai provar isso.

Alexandro Pestana - www.miradouro.pt disse...

Dentro da UMA vale tudo! loool

Anónimo disse...

Transcrição total da intervenção do deputado Jaime Ramos no debate do orçamento de hoje. São apenas 2 minutos.
Não consegui gravar o video…
Não consegui posicionar as vírgulas…

Digam-me lá se isto é dignificante para o Parlamento Regional?
Como é possível que este homem seja há tantos anos não só deputado, mas também o líder da bancada parlamentar do PSD-Madeira?

Sr. Presidente,
Sr. Secretário Regional,

ehh todos nos madeirenses infelizmente lemos ehh de vez em quando nos jornais nacionais de artigos de opinião e artigos jornalistas que são pagos avençados pelos dinheiros públicos ehh pelo partido socialista como todos os sabem como é que funciona inclusivamente as televisões que até que hoje ehh andam-se a apoiar por trás pelas costas ehh várias televisões que estão em degradação económica e financeira através de ehh apoios a bancos onde essas pessoas os dirigentes os principais accionistas metiam os seus dinheiros as suas aplicações para que essas televisões façam sondagens e façam até propaganda do próprio governo diria eu dizem de que a Madeira vive à custa dos portugueses. Eu pergunto, considerando este orçamento e as verbas que são transferidas do orçamento de estado fruto das normas constitucionais e estatutarias vê-se o valor e a percentagem qual é a percentagem e o valor que são neste momento transferidos do orçamento de estado face à famigerada lei das finanças regionais aprovada pelo partido socialista da Assembleia da República com os votos dos representantes da Madeira do Partido Socialista como deputados à Assembleia da República?
Segundo ponto. Pergunto ao sr. deputado se, ao sr. Presidente, ao sr. Secretário se, as verbas geradas geradas na Região Autónoma, que são receitas da Região e que o Governo da República cativa se não são superiores a essas verbas que são transferidas?
Por último eu pergunto. Na Madeira sempre se fez e se tasse a fazer para dinamizar a economia e o crescimento económico obras públicas fundamentais para diminuir as assimetrias e dar possibilidades às populações de ter vias (terminou o tempo sr. deputado) de acesso juntos das suas casas. Na Madeira é betão e alcatrão, no continente com o governo Sócrates é crescimento económico.

in www.duarte-gouveia.info