segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

Casamento gay Esquerda vai chumbar proposta de referendo

A petição com mais de 90 mil assinaturas a exigir um referendo sobre o casamento homossexual, que será entregue na terça-feira no Parlamento, será chumbada pelos partidos da esquerda, enquanto PSD e CDS-PP deverão votar favoravelmente.
Em vez de andarem a perder tempo com tontices, seria mais profícuo trabalharem no sentido de encontrarem formas de combate ao desemprego e apresentarem medidas políticas de ajuda aos mais desfavorecidos e políticas serias e eficazes de combate à corrupção.

Hoje, um aluno perguntava-me: "Se um homem pode casar com outro homem, e uma mulher com outra mulher, por que razão um homem não pode casar com duas ou mais mulheres ou duas mulheres com dois ou mais homens? Se os interessados concordarem, porque é que a lei não permite?"

E não é que o rapaz tem toda a razão!



2 comentários:

BaBy_BoY_sWiM disse...

isto é uma crise de valores que o PS meteu no país... que sinceramente...

il _messaggero disse...

Creio que o problema não deve ser menorizado.

O que está em causa é o casamento civil e tendo em conta que o conceito de família e o próprio conceito de casamento não é imutável - creio que a questão é premente. Trata-se de equiparar aos olhos do Estado os direitos existentes entre um tipo de casais e outros. O Estado, enquanto veículo de bem comum, não deve descriminar.

Havendo uma maioria a favor e tendo os partidos apresentado as suas intenções em sede de programas de governo, a AR tem mais que legitimidade para votar sobre a decisão. Para além da questão que, havendo lugar a referendo, o que estaria em causa para o comum dos eleitores, seria o próprio conceito de homossexualidade, havendo forte desvirtuação por parte dos opositores que tenderiam a levar a questão para estes terrenos, sabendo a repulsa que o conceito provoca na maioria dos portugueses.