sábado, 15 de março de 2008

As minhas leituras

Vergílio Ferreira, um dos meus escritores predilectos, é autor de uma grande obra literária, repartida pelo romance, o conto, o ensaio e o diário. Hoje mesmo, finalizei a releitura de um dos seus romances: Cântico Final.
Aconselho a sua leitura porque é um romance, simplesmente, fabuloso.
Transcrevo um pequeno excerto para que possam sentir a beleza das palavras que percorrem todo o texto. Leiam. Vão gostar muito.
-
"Elsa estava enfim pronta para o bailado (...) E quando os violinos vibraram pelo salão, Elsa apareceu, cerrada, instantânea, deslizando «em pontas», alada e bela. Fortíssimo e subtil, o seu corpo cantava nos limites da alegria e da morte. Os braços esboçavam um lance de voo, enleavam todo o corpo num assomo de espaço. Cântico do fim, vertigem do fim. Uma vívida força estremecia ainda no belo corpo ferido, erguia em flecha um grito derradeiro até aos limites da noite.
Por entre a chuva dos violinos, uma harpa ecoava longe, como um apelo da terra. E a terra parecia enfim ter razão (...) Porém, mais forte que a dor, que a certeza do fim, era a alegria da vida, o seu aceno perene. Uma asa procurava ainda no ar o último eco da vida. Depois todo o corpo se recolheu a si, resignado, para que nada dele se furtasse à morte, fosse bem, todo ele, a aparição do milagre que não volta. E tudo findou num ápice, num pequeno amontoado de plumas, como um ponto que desaparece ao longe no espaço...
Levantaram-se todos em aclamação. Só Mário ficou sentado, aturdido de uma ideia súbita, de uma urgência profunda: pintar aquilo. Não bem Elsa, mas o que a transcendia, o sinal obscuro da pureza de um limite, o instante de divindade de um corpo belo e tão efémero."

23 comentários:

Nadezhda disse...

Há tantos livros pra ler, e tão pouco tempo!

Obrigada pela visita ao Quarto 18!

;)

galatea disse...

"ciudades del mundo"
Lástima que no se portugués como para hacer una larga lectura de tus post, de tus críticos post, los que adivino con historias similares a las de mi país: son las mismas historias de las "Cidades do Mundo"
Gracias por tus visitas, no te pierdas.

Alexandro Pestana disse...

Um livrinho deve ser um bom escape pro stress diário da politica nao? hehe. Eu detesto ler livros do género mas este excerto até tem alguma piada...

Claudia Perotti disse...

Fantástico, Rui!
Vou procurar o livro por aqui.
Excelente partilha!

Beijinhosssssssssssss

Cris Moreno disse...

Oi?

Violinos, Bach...leituras...maravilhoso.

Obrigada pela visita.

Beijinhos.

alice disse...

não lhe sei dizer o quanto gostei de ler este excerto. obrigada pela sua visita e boa noite.

Kalinka disse...

Olá Rui
Esta semana o meu kalinka fará 3 anos de existência...como o tempo voa.
Fica no ar uma pergunta:
Em que dia será o 3º aniversário do Kalinka?

Começo hoje a agradecer a ti e a todos os que me ajudaram neste caminho, com a vossa presença e as palavras de ânimo, além de elogios dos quais me envaideço.
Prometo continuar presente na Tua Vida, através dos pensamentos comuns que nos unem, neste Mundo virtual.

Eu, depois de tantos problemas graves, e que aguentei durante 5 semanas...o organismo abateu-se e estive muito mal no domingo passado...Paragem de digestão e consequentemente uma descarga de vesícula, ainda hoje não estou bem, muito debilitada fisicamente.

Beijinhos.
Boa semana (é mais curta...)

Miguel Ângelo disse...

http://notassoltasideiastontas.blogspot.com/

Rui Caetano, aqui vai o endereço do tal blog que te falei há bem pouco tempo, agradecíamos que colaborasses com algum artigo de tema livre. Se quiseres, ou assim o entenderes podes deixar de abordar um tema de carácter político.
Um Abraço
Miguel Ângelo

gaivota disse...

ando numa fase terrível de leitura...
ainda estamos a meio de março e já devorei uns quantos livros! o maior foi "O rio das flores" e mais quatro, maneirinhos...
beijinhos

Codinome Beija-Flor disse...

Vim agradecer sua visita.
Já sei que voltarei muitas vezes aqui.
Abraços

citadinokane disse...

Rui,
Boa indicação!
Muito obrigado pela visita.
Abraços,
Pedro

Oris disse...

Obrigada pela visita ao meu canto...
Vamos continuar a dar as mãos.

Fiquei com vontade de ler Vergílio Ferreira.

Boa semana.
Beijitos

Barqueira disse...

NA reforma tenho de reler bo Virgílio Ferreira.
Mas se eu chegar à reforma tenho tanta coisa ainda por ler...

:) Boa semana.

Miss Slim disse...

Virgilio F. , Amo de Paixãooooooo

Boa Semana bem docinha :)

anamorgana disse...

Obrigado por a sua visita e por as suas palabras.
Eu gostei do post, tenho tantos livros a ler, mas procurarei ese.Coisa nao muinto fácil aqui. Saudaçoes
anamorgana

NAELA disse...

Excelente escolha! Este excerto está fantástico, a descrição é intensa!

Berta Helena disse...

Tão bonito! Como sempre. Vergílio Ferreira, só ele. Gosto muito da sua escrita. Sou mesmo fã de Vergílio Ferreira.

Um abraço.

TINTA PERMANENTE disse...

Sem dúvida que é uma obra de referência (daquelas que é sempre revigorante reler).

Abraço!

Paradoxo disse...

"APARIÇÃO" é para mim sem rios nem margens de dúvidas o melhor dele!!

um abraço grande!

Duarte disse...

Tenho a mesma opinião desse fabuloso escritor, mas ainda me falta ler essa obra. Fiquei-me por "manhã submersa" e por "aparição", no entanto, recomendo mesmo Mário de Carvalho e sempre que se puder, uns banhinhos de Aquilino Ribeiro :)
Abraço

Menina do Rio disse...

Não conheço o autor, mas vou procurar algo mais sobre ele. Obrigada por compartilhar.

Um beijo de boa semana

Frioleiras disse...

O C�ntico final do Virgilio Ferreira... h� quantos anos! lembro-me que o li quando andava por a� um daqueles filmes de grande sucesso: O Fern�o Capelo Gaivota. O document�rio desse filme era sobre o Virg�lio Ferreira.... As coisas que nos ficam associadas �s mem�rias! Incr�vel tu tere-mo lembrado....

Sophiamar disse...

Vergílio Ferreira é o meu escritor preferido. Até ao Fim, Para Sempre, Aparição, Manhã Submersa... são obras inesquecíveis. Ainda não li este. Vou comprá-lo.

Beijinhossss