sexta-feira, 7 de março de 2008

O Poder Absoluto do dr. Alberto

O governo do PSD-M prepara-se para assumir, de uma vez por todas, o poder absoluto em termos de Ordenamento e Planeamento do Território.
Poder é poder. Pois se o povo vota esmagadoramente neste poder laranja é porque quer ser dominado, até ao tutano, por este poder que tudo controla e não assume as responsabilidades dos erros cometidos, como se verifica com o caso da Marina do Lugar de Baixo.
Perante mais este novo poder que não respeita a Assembleia Legislativa da Madeira, órgão máximo, nem as autarquias, enquanto representantes do poder local, só me resta solicitar, para já, o encerramento da Assembleia Legislativa da Madeira. Não serve para nada.

Marina do Lugar de Baixo
Sobre esta questão, o Diário de Notícias da Madeira publicou a seguinte notícia:

-

Data: 07-03-2008
-
"Governo chama a si controlo total dos planos
Um estudo pedido a Sofia Galvão conduziu à elaboração de um Sistema Regional de Gestão Territorial que centraliza as decisões na Quinta Vigia
Se é para aprovar um PDM, Jardim resolve.
Se é para o suspender, Jardim também resolve.
Se é para aprovar um plano da orla costeira, Jardim resolve.
Se é para um debate público... esqueça.
Passa a ser tudo resolvido na mesa do Conselho de Governo, na Quinta Vigia.
É este o novo cenário do ordenamento na Região. Assim que for aprovado o Sistema Regional de Gestão Territorial, os planos, regionais e municipais, que já dependiam em grande parte da secretaria regional do Equipamento Social, passam a ser totalmente controlados pelo Governo Regional. O que é o mesmo que dizer que está nas mãos de Alberto João Jardim.

A aprovação de planos sectoriais, de áreas como transportes, comunicações, energia e outros, constarão, apenas, de uma resolução do GR. Muitas matérias de ordenamento, que anteriormente deveriam passar pelo parlamento, arriscam-se a seguir, directamente, da Quinta Vigia para o Jornal Oficial.

21 comentários:

BaBy_BoY_sWiM disse...

Jardim resolve!

alfabeta disse...

Se o Continente lhe cortasse os fundos, já não tinha tanto poder,nem tanto dinheiro para fazer festas de arromba como faz.

nanda disse...

Será que o charuto é cubano?

Anónimo disse...

Porque não ataca o Governo PS, que fez bem pior: a lei dos licenciamentos de obras particulares de 2007??

Maria Laura disse...

Ele é o poder absoluto! Já era altura de lhe tirarem o tapete.

BaBy_BoY_sWiM disse...

alfabeta: acho que não sabe o que diz... Se as empresas que estão na Madeira e tem sede no continente também pagassem os seus impostos na Madeira... Muita coisa seria diferente!
É mais importante o dinheiro da UE que do Governo Socialista!

» NaY « disse...

Desconheço a política Portuguesa... Mas pelo que li aqui, não se diferencia muito da Brasileira!

Xeru
=***

» NaY « disse...

Desconheço a política portuguesa, mas pelo que li não deve ser muito diferente da brasileira! =\

Xeru
=***

Gata Verde disse...

Bom fds!!!

FERNANDA & SONETOS disse...

Olá querido Rui, adorei as fotos e o texto... Simplesmente belo!!!
Beijinhos de carinho.
Fernandinha

LUIZ SANTILLI JR. disse...

Olá Rui

Passei para dar um abraço e para que não nos esqueçamos de nós próprios!

Luiz Santilli Jr (lá do Brasil)

Anónimo disse...

Nas últimas eleições internas no PSD-Madeira, realizadas em Abril de 2006, Alberto João Jardim foi eleito com 98,8 por cento dos votos. Uma percentagem elevada, mas que mesmo assim é inferior à que Carlos César obteve a 15 de Fevereiro passado, ao merecer a confiança de 99,6 por cento dos socialistas açorianos. Tanto Jardim como César governam os seus arquipélagos com maioria absoluta. No entanto, as bases dos militantes dos respectivos partidos são bem distintas. Enquanto o PSD-Madeira tem cerca de sete mil militantes habilitados a votar nas eleições internas, no PS-Açores esse indicador rondará os quatro mil. Há dois anos, Jardim foi reeleito com 4.967 votos e em Fevereiro passado César foi reeleito com 2.122 votos.

jawaa disse...

DITADOR se chama e com selo de garantia!

Sorrisos em Alta disse...

Nessa foto, só lhe falta uma barbinha para parecer o Fidel.

Uma ilha, já tem.

Será que o Alberto João tem algum irmão a quem passar o poder (daqui a uns 100 anos)?

Abraço

Saúl Dantas disse...

Esquisito! Sendo o Dr. Rui Caetano professor, esperava encontrar aqui um post acerca da mega-manifestação de professores que decorreu ontem no Continente!!

elvira carvalho disse...

Parece que a única coisa que o homem não resolve, é deixar vaga a cadeira do poder........
Bom Domingo
Um abraço

devitalmoreira disse...

Saída
No dia em que um governo se visse impedido de levar a cabo uma reforma essencial do seu programa, por rebelião dos profissionais de um serviço público apoiada pela oposição, só teria uma saída democraticamente digna, ou seja, pedir a demissão ao Presidente da República para convocar eleições antecipadas a fim de saber quem governa: se o Governo eleito ou a oposição, se os cidadãos eleitores ou uma classe profissional na rua.
[Publicado por Vital Moreira] [9.3.08] [Permanent Link]

São disse...

Pedindo desculpa, eu acho que a Madeira deveria ser independente...Chega deste Jardim mal-cheiros0!!
Bom domingo.

TOOP disse...

É por isso que me mantenho distante da politica, dos politicos e dos mentirosos...
...
;)

Anónimo disse...

VIVAAAA agora é que vai ser a festa total dos milionários do Betão!!! Bora lá colocar meia dúzia de Madeirenses na lista dos mais ricos do mundo!!! O contribuinte paga tudo, se não for o contribuinte madeirense é o continental e se não houver dinheiro de nehum deles é da União Europeia!!! VIVA O BETÃO, só assim poderemos aumentar a nossa ilha mar adentro e orgulharmo-nos de ter os milionários mais broncos do mundo!!!! Cultura, escolas de qualidade, produção agrícola e pesqueira!!!naaaa isso não dá para enriquecer rapidamente!!! VIVOOO SUBSIDIO FRESQUINHO.....

Anónimo disse...

Baixa-Chiado: Câmara quer suspender PDM para antecipar quatro projectos
11 de Março de 2008, 14:07