domingo, 2 de março de 2008

O abandono!

A nossa sociedade esqueceu-se dos valores que dignificam o ser humano.
Embora este tipo de notícias já tenha sido discutido e analisado em outros espaços, hoje, li no JM que os hospitais da Madeira, Cruz de Carvalho e Marmeleiros, têm 115 pessoas, a maioria idosas, com altas médicas, ainda internadas nos seus serviços, porque as famílias não os vão buscar.
Só esta semana, encontravam-se nos serviços de urgência 10 pessoas à espera que alguém se lembrasse da sua existência.
É triste, mas é a nossa crua realidade.

34 comentários:

Sei que existes disse...

É mesmo muito triste.
Não sei como o Governo não cria mais lares com boas condições para este tipo de pessoas...
Beijocas grandes

Maria Laura disse...

É tão triste o abandono a que os velhos, particularmente, estão votados! Como coisas sem préstimo.

Paula Calixto disse...

Triste mesmo!!!

E as pessoas se esquecem de que um dia estarão nessa fase da vida. Ou será que não querem estar e fogem de entrar em contato com isso?!

São tantas as proposições em relação a esse tema.

Beijos.

BaBy_BoY_sWiM disse...

É uma verdade muito cruel... Que fazer a estas pessoas?! Quando esquecem que foram essas pessoas que lhes aturaram e suportaram... Enfim...

Cristina disse...

Metê-los na rua também não é solução... o que podem os hospitais fazer?

Pensei que estas situações tivessem os seus picos no Natal, passagem de ano e Páscoa - as épocas habituais de férias - em que os idosos, simplesmente são empurrados para fora dos planos familiares.

Lamentável.

BANDEIRAS disse...

Boa noite,

Não questionamos mais a razão de viver, o motivo de estarmos aqui.
De algum modo, de tudo haverá de se prestar contas, melhor começar a pensar melhor na vida.
abs

Mar disse...

Creo que es una cruda realidad que no tiene banderas, ni nacionalidades.

Lamento no hablar portugués

Te dejo mis saludos y mi agradecimiento por tus palabras en mis blogs

Tita disse...

obrigada pela visita! eu tb voltarei ;)

abordas temas dos quais ninguem quer falar. é incomodo nao estar sempre a rir e a levar a vid a bem. os meus parabens.

Alexandro Pestana disse...

Abandonar um idoso como se fosse um cão é lixado... De certeza que se fosse um idoso com muito dinheiro alguém lá o teria ido buscar... O mundo move-se à volta do dinheiro... e não há nada a fazer... Também há alguns que não tem família e nesse caso também não há muito a fazer que não seja mandar as pessoas para um lar do G.R.

Andreia do Flautim disse...

É triste. E ainda mais triste quando têm família!

NAELA disse...

Olá Rui infelizmente esta é uma realidade que se vive aqui em Inglaterra também...o texto retrata uma verdade cruel que esta presente em cada idoso...
Vinda de uma familia em que preso a união e o amor ainda é algo que me custa assimilar...
Um dia ao organizar uma festa de Natal tive um cliente que a ultima da hora pediu-me para aumentar mais um lugar faltavam dois dias para o dia de Natal....e este lugar era para o pai que se encontrava num lar! E pergunto porquê á ultima da hora????

Su disse...

é uma coisa horrenda....

mas valores...onde estão eles..........

infelizmente para esses a vida é nua e crua

jocas maradas

Anónimo disse...

Mas a culpa desta situação também é dos governos que não tomam medidas e deixam tudo isto correr sem impor duras penalizações a quem se comporta desta maneira.

Marcinha* disse...

Falta de respeito com o próximo, ponha triste nisso....chega a doer no coração!

Abraço fraterno, Marcinha*

Pérola disse...

Infelizmente vivemos num mundo em que o valor é dado a tudo menos às pessoas.
Isso vê-se em relação aos idosos, mas não só.

Olhos de mel disse...

Oie lindinho! Essa é uma realidade triste, que enfrentamos também. Infelizmente!
Beijos

Cassio Resende disse...

Que terrível. "à espera que alguém se lembrasse da sua existência"... será que esses 'idosos esquecidos' esqueceram-se também de alimentar o filho quando este estava com fome? Ou será que se esqueceram alguma vez de colocá-los para dormir, de dá-los remédios? Puxa vida! que mundo é este que estamos vivendo? Seja no Brasil, Portugal, Inglaterra, ou onde for, tenho medo de onde poderemos parar com tanta falta de amor! =(

TOOP disse...

A mais triste das ralidades, o abandono.
..
Muito triste isso.

SAM disse...

É uma indignação que me causa não só tristeza, mas uma irritação extrema. No estatuto do idoso, o abandono constitui crime. Muitos assistentes sociais e hospitais estão chamando os responsáveis para responder por tais atos. Mas de difícil controle, sem dívida.

Beijos

Joana Dalila Santos disse...

Eu já assisti... e nem consigo comentar =(

Carla disse...

triste realidade

Sic Infit disse...

Gosto do conteúdo e da forma como nos lembras o que de mal existe por aí neste mundo que por vezes fica tão esquecido!
bjinho

© Piedade Araújo Sol disse...

Pois é, também li a notícia e fiquei muito triste.

beij

Pena disse...

Estimado Amigo:
Um Post enternecedor.
Pessoas à mercê delas próprias que já não conseguem a autonomia de viver.
Uma ajuda urgente e imprescindível dos familiares que os votam ao abandono e à solidão de si.
Entregues à ilusão de um amor que tarda e não é assumido por quem o deveria assumir.
Lamentável. Provocador de um sofrimento e de uma dor intensas.
Que custará um gesto de ternura?
Pode ser que lhes aconteça o mesmo, talvez aprendam a beleza e encanto da solidariedade e do altruísmo. Seria uma lição exemplar.
Não acredito nos sentimentos que não existem quando se despresa alguém que nerece amparo e uma necessária e imprescindível ajuda.
Uma mensagem que deixa e coloca aqui com pertinência e actualidade.

Abraço amigo de cordialidade e admiração

pena

Dias disse...

No Concelho de Oeiras (Lisboa), afirmado por quem os ajuda, os Bombeiros, existem MILHARES de idosos SOZINHOS em casa, entregues à sorte das boas-vontades.

Os "vizinhos" descobrem-nos pelo cheiro, dias depois de desistirem de viver...

É surrealista, porque o desumano ultrapassa!

Abraço

angélica beatriz disse...

Mil besos mi Rui querido. No entiendo bien tu idioma, pero ya aprenderé a tu lado.

;-)

Lilith disse...

realidad al fin y al cabo
en todo el mundo lomismo
una pena


saludos!

bettips disse...

Aí como aqui... um terror disfarçado. Será que o filme "Este país não é para velhos" fala dum mal geral? Não dá lucro...
Comoveu-me a foto.
Abç

Sorrisos em Alta disse...

Da maneira que tratam as pessoas no SNS, se calhar o melhor mesmo é quando não conseguem ser atendidas!
;o)

Menina do Rio disse...

Rui, como comentário ao teu post vou deixar aqui uma frase que li hoje e que resume a minha indignação:

"No mundo atual está se investindo cinco vezes mais
em remédios para virilidade masculina e silicone para
mulheres do que na cura do Mal de Alzheimer.Daqui a
alguns anos, teremos velhas de seios grandes e velhos
de pinto duro, mas eles não se lembrarão para que servem".
(Dr. Dráuzio Varella - médico brasileiro)

Fernando Rozano disse...

um dos grandes dramas da humanidade é o esquecimento e ao mesmo tempo devemos ao máximo preservar a memória. entre elas, a afetiva. estamos perdendo o afeto, e construindo uma realidade cruel para nós mesmos. hoje, são os mais velhos, amanhã nós. escrever, falar é uma maneira de manter a memória. conteúdo essencial do post. abraços.

teresamaremar disse...

Fiz o jardim escola e a primária numa instituição privada que, nesse mesmo espaço, juntava um lar de idosos.
Os jardins, quinta, e espaços do convento eram comuns a estes e a nós criancinhas.
Tenho lembranças de cheiros a compotas e a cera do chão :)
No que às compotas refere, e porque havia a dita quinta, aproveitavam-se os frutos, que se cozinhavam em grandes panelões, numa cozinha em paredes de painéis de azulejo azul.
E na cozinha circulavam cozinheiras (religiosas), criancinhas e idosas.
Entre netas e avós postiças, todas lucravam. Pena que essa convivência, tão saudável para pequenos e grandes, não seja mais incentivada. E assim se ensine o respeito e a partilha.

**Je Vois la Vie en Vert ** disse...

Toda a gente têm pena das criancinhas e não dos idosos, no entanto uns ainda têm toda a vida para gozar e os outros estão no fim da vida e estão a ser tratados como animais ou mesmo lixo, estão abandonados num cantinho. SHAME ON YOU quem age assim !
Trago-te uma mensagem :
Olá...
Foi aqui que encomendaram?

|““““““““““““““““““““““““||_
|...............*AMOR*...........|||“|““__
|________________ _ |||_|___|)
!(@)“(@)““““**!(@)(@)***!(@)““

|““““““““““““““““““““““““||_
|............*CARINHO*.........|||“|““_
|________________ _ |||_|___|)
!(@)“(@)““““**!(@)(@)***!(@)““

|““““““““““““““““““““““““||_
|............*ALEGRIA*.........|||“|““__
|________________ _ |||_|___|)
!(@)“(@)““““**!(@)(@)***!(@)““

|““““““““““““““““““““““““||_
|............*AMIZADE*.........|||“|““_
|________________ _ |||_|___|)
!(@)“(@)““““**!(@)(@)***!(@)““

|““““““““““““““““““““““““||_
|........*FELICIDADE*.......|||“|““__
|________________ _ |||_|___|)
!(@)“(@)““““**!(@)(@)***!(@)

Entrega feita!
Participa na campanha FAZ UM AMIGO FELIZ!!!
Manda esta encomenda p/ todos os teus amigos.
Espero estar incluído nessa lista........
Vou fazer outra entrega ...

Beijinhos verdinhos

Mónica Pestana disse...

Pois é Rui,

há coisas cruéis.