domingo, 1 de junho de 2008

As minhas poesias




Uma criança

Depressa a imaginação de uma criança
constrói os seus amanhãs na palma da mão de uma fada
no entanto brincam com a irrealidade
da mesma forma que abrem as suas próprias mãos
à certeza do possível.


Rui Caetano

15 comentários:

elvira carvalho disse...

Lindo. Desconhecia a sua faceta de poeta habituada que estou aos posts políticos.
Um abraço e bom Domingo

blueminerva disse...

Que belíssima fotografia...
Um abraço

Ailime disse...

Crianças maravilhosas, o melhor do mundo e, que neste momento, nós os adultos, não estamos a saber perservar(o mundo)!
Lindo poema para lembrar esta realidade!
Para todas as crianças votos de que os seus sonhos se tornem "certezas quando abrem suas mãos".
Beijinhos.

Jorge P.G disse...

Bom dia!

Há um tempinho que cá não vinha, Rui.
Desconhecia em si esta escrita poética e suave.

Saudações amostosas do Sino da Aldeia.
Jorge P.G.

Rosa dos Ventos disse...

Belo momento de poesia!
Para ti também um bom fim de semana.


Abraço

Xinha disse...

Passei para agradecer a visita, e não podia deixar de comentar este post.

Doce inocência a da criança que brinca com essa irrealidade que é p'ra ela tão real, tão certa e segura..

Neste mundo de adultos loucos, feliz aquele que consegue preservar a criança dentro de si!

Que todos os dias na vida de uma criança seja dia de construir "os seus amanhãs na palma da mão de uma fada".

anamarta disse...

Passei por aqui para agrdecer a visita.
Lindo poema!
Bom fim de semana para si também

jawaa disse...

A poesia é a evasão que nos dá vida.
Eu fui lendo o que escreves, estive para comentar no lançamento do teu livro mas a saúde não me ajudou e eu quis perguntar na altura o porquê de só ver flores humanas - e lindas - por lá, e não flores de verdade.
Será que a Madeira se cansa de ser jardim (de flores, está visto - que jardim já era antes de haver a flor que cheira mal)?
Mil felicidades para ti.
Vai mostrando aqui a tua poesia...
para desanuviar a alma.

mdsol disse...

sábias e sensíveis (palavras sobre) crianças
:)

BANDEIRAS disse...

Crianças,

Faz tanto tempo que já fui,
quase não lembro mais.
bjs

Rui Caetano disse...

A poesia enche a nossa vida de encanto

Clarice disse...

Uau! Isso é muito lindo!

Juani lopes disse...

la infancia, la edad de la inocencia
saluditos

Espatódea disse...

Lindo poema, singelo...
E vamos dar corda para nossas criancas, ainda mais a que habita nos nossos coracoes!

DAISY disse...

Adorei...e eu que o diga, trabalho com elas todos os dias...mas por trás daqueles sorrisos nem sempre tudo corre bem....