terça-feira, 25 de novembro de 2008

O presidente do grupo parlamentar do PSD-M insulta deputado do PCP

"Foram 33 anos passados sob uma democracia vigiada, sob a batuta de um 'Duce', campeão de sucessivas maiorias asfixiantes, rodeado da sua corte", onde quem não concorda "é marginalizado, silenciado, posto de parte ou comprado". Esta foi uma das críticas que o deputado comunista Leonel Nunes teceu hoje contra o "regime jardinista", no seu discurso da sessão comemorativa do '25 de Novembro'.
Jaime Ramos não gostou e insultou o deputado comunista, chamando-o várias vezes de "chulo" e de "fascista". A bancada comunista pediu a intervenção do presidente da Assembleia, Miguel Mendonça, no sentido de por cobro àquele "insulto pessoal", considerado "inaceitável".

http://clix.expresso.pt/gen.pl?p=stories&op=view&fokey=ex.stories/462566

2 comentários:

3RRR disse...

Este senhor, nem lavando a boca com sabão se aprende boas maneiras.

Espaço do João disse...

Sabão seria muito lento. Talvêz um pouco de lexívia. Isto quando se bebe muito champagne, arrota-se a bagaço. Mas que povo tão bem mandado para obedecer á voz do dono. Esqueceu-se da venda de artigos sanitários, pois o mau hálito acompanhado com o pouco chá que bebeu em pequeno chega até ás Selvagens. O ditado não é meu, é muito antigo; se queres ver um soberbo, dá-lhe a chave dum palheiro.