domingo, 23 de setembro de 2007

Ser Professor Hoje

Amanhã inicia-se, na Região, o ano lectivo. A azáfama recomeça, os alunos vão à procura de um sonho, enquanto os professores tentarão fazer o seu melhor.
Esta profissão atravessa, talvez, o seu pior período, sendo o problema do desemprego o mais grave e o mais difícil de resolver.
Os professores representam um dos pilares fundamentais de uma sociedade desenvolvida, fazendo parte de um dos sectores mais decisivos para a construção do futuro.

A escola não se limita a transmitir conhecimentos, pois os professores assumem o papel de educadores e formadores, ajudam os alunos a adquirir, a organizar e a gerir o saber, ao mesmo tempo que lhes transmitem valores de cidadania e responsabilidade, garantindo a formação integral dos homens e mulheres da sociedade.
A Educação precisa de uma reforma séria e o primeiro lance até poderá incidir na área dos professores, porque nem tudo corre bem no reino da docência, todavia, o sucesso das novas medidas depende da capacidade do governo em motivar, mobilizar e melhorar o potencial dos professores.

21 comentários:

Calimera disse...

Antes demais obrigada pela visita.
Volta sempre e como eu concordo com este tema....
Beijinho

MEU DOCE AMOR disse...

Olá...venho agradecer a visita.Os professores também têm adversários.Eles próprios,por vezes,não?Olha que o que escreveste no comentário vem de acordo com o que pensei ao final da tarde de hoje.Nem mais.

Um beijinho doce:)

Gi disse...

Vim agradecer e retribui a visita. A porta estava aberta e fui entrando devagarinho. Espaço interessante que aqui tens. Fica o convite para voltares. Obrigada pelo interesse manifestado.

Um beijinho, noite feliz.

Mariamar disse...

Também sou professora e adivinhe?! No desemprego, claro! Gostei muito do seu texto. Obrigado pela sua visita ao meu blog.

Anónimo disse...

Ia dizer uma sobre a reforma educativa (na verdade a reforma educativa tem 30 e tal anos, a idade do regime, e tem sido mais ou menos permanente e fonte inesgotável de doutores)mas não digo. É que não tarda nada aparece por aí o vinagre do amsf e ainda lhe dava uma coisa.

amsf disse...

Caro anónimo!

Diga...diga...estou ansioso por ler as suas pérolas...que devem ser de mel...

Woodworm disse...

Todos têm de lutar pelos seus direitos... mas na verdade os professores continuam a usufruir de muitas regalias... se é verdade que estão muitos no desemprego, também não é menos verdade que todos os anos entram muito na faculdade com essa intenção.

Também estou desempregado e ninguém se preocupa... (até parece k os prof são os únicos com a vida difícil...)

Bia disse...

Ainda me lembro bem dos primeiros dias de aulas, do cheiro tão característico dos livros ainda por desfolhar e das benditas apresentações onde conheciamos os nossos colegas que quase logo nos identificavamos como grandes Amigos.
O teu texto é sério e aborda uma questão de facto muito importante.
Os professores têm uma missão muito importante não lhes basta ensinar a "matéria" eles são a orientação e o traço fundamental para o futuro dos nossos jovens, oxalá lhes sejam dadas oportunidades para que o seu trabalho consiga dar os frutos merecidos :)

Anónimo disse...

P/amsf 24Set 1054

Eu sabia que tu ias aparecer seu mafarrico. Aliás como dizia o outro: "Não há festa nem festança que não apareça a Constança". Ora pérolas deixa-me vêr. Lembras-te filho, da publicidade ás Novas Opurtunidades ? Pois bem a pérola está em situações como a expressa no post da mariamar 00.37. Olha outra: TLEBS. Querem estas "pérolas" dizer bota-abaixismo? De caras não, meu. Eu agora estou como tu. Pego no sistema de ensino, subtraio-lhe o PIB e ficamos na maior. Gaita, por tua causa vou chegar atrasado

Flávio disse...

Acredita, amigo... aqui no Brasil, o descaso com o ensino anda ainda pior. Os mestres, que constroem o futuro, se tornam reféns do presente...

amsf disse...

Olha mais um professor de português que não gosta de gramática (TLEBS)!
Esta questão recorrente do desemprego de professores, mais do que o ensino/alunos em si, é o prato principal do inicio de todos os anos lectivos.
A solução deste problema passaria pela privatização não do ensino em sí mas pela abdicação do Estado como entidade empregadora.
A situação de desemprego é dramática, seja para professores ou outros profissionais no entanto esta situação decorre da lei da oferta e da procura.
Se todos nós e não apenas os funcionários públicos enquanto tal pagassem os seus impostos seria possível contratar mais professores, médicos, enfermeiros, etc, mas como toda a gente sabe não é isso que se verifica. Numa sociedade capitalista uma componente importante da vida é o risco; àqueles professores que agora se encontram no desemprego não lhes foi explicado que estavam a tomar uma decisão arriscada. No entanto esta situação poderá levar a que no futuro sejam menos os que sitam atraídos por esta profissão fazendo que os que ficarem venham a ser mais valorizados monetariamente. Enquanto houver excesso de docentes porque há-de o Estado pagar mais? De acordo com a lei da oferta e procura isso só acontecerá quando o Estado sentir necessidade de melhor remunerar como forma de atrair mais professores por escassez dos mesmos!

astrid disse...

Sabes, eu dei aulas muito tempo ( demais, até)
É uma actividade muito complicada
e desejo-te um excelente ano
Obrigado pela visita.

Sol da meia noite disse...

"Os professores representam um dos pilares fundamentais de uma sociedade desenvolvida, fazendo parte de um dos sectores mais decisivos para a construção do futuro."

Pena que quem de direito não seja sensível a esta frase...

Beijinho!

Alien David Sousa disse...

Olá Rui, é a primeira vez que comento no teu cantinho. Não sou professora. Sou uma Alien que trabalha em publicidade, que cria anúncios publicitários mas, isso não quer dizer que não esteja atenta ao que se passa à minha volta. Pelo contrário, não há ninguém mais atento ao que nos rodeia do que os publicitários. Temos de estar atentos a tudo, temos de saber um pouco de tudo porque nunca se sabe qual será o target da nossa próxima campanha, que pode ser dirigida para estudantes, como para executivos ou para donas de casa, ou até para informáticos. Temos sim de estar atentos a tudo o que nos rodeia. O que se passa actualmente com a vossa classe é no mínimo vergonhoso. Professores que não são colocados e porquê? Não se entende. No outro dia estava no blog de uma pessoa conhecida que desabafava como era possível professores do 3 ciclo ficarem com turmas do 2 ciclo, turmas que eram dela, assim sendo, ela ficou de fora. Não foi colocada. Ora isto faz sentido? Para mim não faz! E ela perguntava: Para que existem grupos de ensino diferentes?
Algo está podre neste sistema. Os professores não são protegidos...quanto aos alunos, nem vou entrar por aí. Algo tem de mudar, já chega de propaganda barata: de andar a "dar" computadores para fingir que está tudo bem, quando está tudo muito mal.

Desejo-te a maior das sortes Rui.
Obrigada pela visita
Saudações alienígenas

BaBy_BoY_sWiM disse...

Isto anda duro... Anda... anda...

Quanto ao sistema de ensino em Portugal... Primeiro esse genero de colocações é um MERDA... Na minha opinião devia serem formados professores das suas regiões e serem colocados nessas regiões... Porque percebe as necessidades e dificuldades do "seu" povo! E os alunos conseguem encarar com mais naturalidade...

Depois o mesmo professor deve seguir os alunos desde o 1º ao 4º ano... E esses professores tem que ter mais cadeiras em matematica... É importante...

Mas isto não era só a minha reforma... É necessário mais medidas...

No entanto Dr. Rui Caetano como professor, o que é que mudava? E como cidadão o que acha que devia mudar? (Já que infraestruturas a Madeira tem muito boas)

Os melhores cumprimentos

su disse...

Cada vez mais é difícil desempenhar uma profissão com a "nobreza" e seriedade que se lhe exige e que lhe é devida tendo em atenção a forma como o próprio governo "brinca" e contribui para a imagem em que esta profissão se arrasta. Fomentam a atitude de desrespeito para com a figura do professor...e a desmotivação é inevitável. Pior: a desilusão!
Bom início de ano lectivo.
por aqui já se iniciou...mas eu, estou ainda à espera de ser colocada! : (

Obrigada pelos reflexos de luz lá pelo Espectro em flor! :)

multiolhares disse...

Os professores deveriam ser a extensão de casa
Mas para isso os pais não deveriam esquecer de transmitir os valores aos filhos
Algo que hoje se esta a perder
Assim a vossa tarefa não fica nada facilitada

Cumprimentos
luna

Anónimo disse...

P/ amsf 24 Set 16.41

Tem mais, mas vou só citar esta:

"A solução do problema passaria pela privatização não do ensino em si mas pela abdicação do Estado como entidade empregadora".

Se bem percebi o estado mantinha o ensino público (não o privatizava) mas com professores empregados dos outros (abdicava de lhes dar emprego).

Como raio é que ainda ninguém se tinha lembrado de uma coisa tão simples, clara e luminosa ?

amsf disse...

Caro "amigo" anónimo de 25 Setembro, 2007 08:19

Aquela passagem que achou por bem destacar não corresponde a nenhuma ideia luminosa mas uma resposta ao facto de as discussões sobre o sistema de ensino português acabarem por andarem sempre à volta das questões laborais da classe docente.
O ensino e os alunos que deveriam ser o ponto fulcral da questão são relagados para terceiro plano pois o objectivo do sistema de ensino parece ser o de empregar professores.
Não se preocupe que não é a única classe corporativa. Deve estar prester a rebentar uma polémica com os médicos pois o futuro controle dos horários desta classe parece que irá por em causa a eficácia do seu trabalho. É tão bom ter doentes por trás dos quais se esconder sob pretexto de que eles serão prejudicados quando o controle dos horários vem permitir um melhor atendimento dos doentes e a redução das listas de espera.
Espero que o governo saiba manter a sua posição apesar dos custos políticos que tal possa ter!

MajoLuan disse...

Depois de deixarmos de ser alunos é que nos damos conta como é difícil ser professor, na altura de alunos temos uma certa espinha contra eles...

jotabloguer disse...

Olá: Agradecendo desde j+a a tua visita ao meu espaço,digo aqui que abordaste de ume maneira clara e concisa, o que é ser professor e os desafios que actualmente têm! A Educação não pode descurada em todas as suas vertentes, professores motivados, alunos acompanhados!SE estas duas simples situações forem alcançadas o sucesso escolar virá de suguida!O restante vem por acréscimo!Emprego para todos os que se formam é que me parece mais problemático!
Mas que podem ser melhor aproveitados lá isso podem!
Abraço
Jorge madureira