domingo, 26 de outubro de 2008

Erros de medicação causam 7000 mortos anualmente

A administração errada de medicamentos aos doentes hospitalizados é responsável pela morte anual de 7000 pessoas, mas apesar de serem evitáveis, "estes erros existirão sempre e sem culpados", graças a um "sistema que falha", disse à Lusa a presidente da Associação Portuguesa dos Farmacêuticos Hospitalares
http://ultimahora.publico.clix.pt/noticia.aspx?id=1347542&idCanal=62
-
Como é que esta situação é possível? Quer dizer que um doente internado num Hospital corre o risco de morrer não da doença, mas da cura e por negligência?

1 comentário:

BaBy_BoY_sWiM disse...

Por acaso também fiz o post acerca do mesmo! Se isto acontece num hospital imagine-se o que não acontece fora!