sexta-feira, 10 de outubro de 2008

Nobel da Paz para o finlandês Martti Ahtisaari

O Prémio Nobel da Paz foi hoje atribuído ao finlandês Martti Ahtisaari "pelos seus importantes esforços, em vários continentes e durante mais de três décadas, para resolver conflitos internacionais", comunicou hoje o Comité Nobel a partir de Oslo, na Noruega.
“Esses esforços contribuíram para um mundo mais pacífico e para uma fraternidade entre as nações, dentro do espírito de Alfred Nobel”, indica ainda o Comité Nobel.
“Durante toda a sua vida adulta (...) Ahtisaari trabalhou em prol da paz e da reconciliação. Durante os últimos 20 anos, tornou-se uma figura proeminente nos esforços para resolver vários conflitos sérios e duradouros.
Em 1989-90 jogou um papel muito significante no estabelecimento da independência da Namíbia; em 2005, ele e a sua organização, a Iniciativa para a Gestão de Crise (CMI, na sigla em Inglês) foram centrais na solução dos complicados problemas da província de Aceh, na Indonésia”, indicou o Comité.
http://ultimahora.publico.clix.pt/noticia.aspx?id=1345549&idCanal=11

2 comentários:

Artista Maldito disse...

Olá
Tanta gente, afinal, que dedica a sua vida à concretização da paz. Tanta gente que, por outro lado não tem respeito pelo seu próximo e gasta tanta energia em lutas que só trazem miséria, morte. E para quê? Eu por muito que me esforce continuo a não entender o propósito e o sentido da guerra. Será uma ingenuidade, mas para quem cria a guerra é o oposto do amor que se dá, em solidão, a uma obra, por muito pouco valor que ela tenha.
Um abraço
Isabel

Ailime disse...

Embora Ahtisaari não seja, talvez, muito conhecido e divulgado, mas é sempre de reconhecer e louvar quem trabalha e luta "em prol da paz e da reconciliação" muitas vezes no anonimato.
Um abraço.