quinta-feira, 13 de agosto de 2009

PSD - a ética da Ferreira Leite que quer ganhar as eleições

Catedrático sai do partido por "embuste"
Um professor catedrático e pró-reitor da Universidade do Minho, Luís Filipe Lobo-Fernandes, escreveu uma carta aberta à líder do PSD afirmando que as listas para as legislativas são "golpes terríveis na democracia" e mostram que a renovação prometida no partido foi um "embuste".
Na carta, intitulada "O grau zero da política" anuncia a sua desfiliação do PSD, lamenta que Ferreira Leite tenha "imposto" a inclusão nas listas de Helena Lopes da Costa e António Preto, "presentemente arguidos em processos judiciais".
Este professor de ciência política, que já foi vereador pelo PSD da Câmara de Braga. considera esta situação é "inaceitável", Luís Filipe Lobo-Fernandes disse confessar não saber "com que cara" Ferreira Leite "se apresentará aos eleitores nas próximas eleições.
Mas será que não existem cidadãos cumpridores, cidadãos exemplares, sem processos de arguido, que possam integrar a lista de deputados?".
http://dn.sapo.pt/inicio/portugal/interior.aspx?content_id=1333490

1 comentário:

Giorgetti disse...

Totalmente inaceitável! As frases que se encontram nos cartazes do Partido Social Democrata (Ferreira Leite), as declarações que emitiu publicamente e as suas decisões mostram, claramente, que esta Senhora anseia continuar, nos próximos anos, a ser oposição...