domingo, 21 de fevereiro de 2010

Tragédia - "Temos de reconstruir a cidade"

Funchal só deverá regressar ao normal dentro de uma semana.
As brigadas de limpeza municipais e as empresas privadas requisitadas começam hoje de manhã as operações de limpeza, mas Miguel Albuquerque admite que o Funchal só voltará a estar totalmente operacional dentro de uma semana.
"Temos de reconstruir a cidade", explicou, ontem à noite, quando o balanço apontava para 17 mortos confirmados no funchal, 12 desaparecidos e populações isoladas no Curral dos Romeiros e Vasco Gil.
O executivo municipal fez do quartel dos Bombeiros Municipais a sede operacional, mas, à noite, na altura do primeiro balanço à situação as caras do presidente e dos vereadores, do responsáveis da protecção civil e do comandante dos bombeiros era de grande consternação.
"Temos que referir a perda de um dos nossos bombeiros, o Francisco Belo que morreu a tentar salvar uma senhora". Os números de mortos, de feridos, os desalojados no RG3 e na Casa de Saúde de São João Deus, Miguel Albuquerque não escondeu a desolação e apenas pode garantir que hoje de manhã, pelas sete da manhã, todas as brigadas da Câmara Municipal do Funchal e os funcionários de empresas privadas requisitadas vão estar na rua a limpar a lama, as pedras e a tentar devolver alguma normalidade à cidade.
Será necessário resolver os problemas no abastecimento de água, remover os entulhos de modo a garantir os acessos das pessoas às casas, além da limpeza que é preciso fazer a toda a baixa da cidade. Ontem à noite, a água corria com força nas três ribeiras, a Avenida do Mar estava intransitável, tal como a Fernão Ornelas e a zona do Mercado dos Lavradores.
"Temos que reconstruir a cidade e isso não se consegue em menos de uma semana. Só para dar uma ideia a sala do Teatro Municipal está repleta de lama".

2 comentários:

jj disse...

Bom, assim sendo, haja bom-senso, boa vontade e boa organização das sinergias possíveis e dos meios de que dispõem aí.

A minha atenção e solidariedade.

mariahenriques disse...

cavaco diz que madeirenses deram lição ao país; talvez mas por cá também se sofre e trabalha.

http://mareamos.blogspot.com/2010/02/cavaco-diz-que-madeirenses-deram-licao.html