terça-feira, 6 de abril de 2010

Desapareceram documentos do negócio dos submarinos


O dossiê elaborado por Pedro Brandão Rodrigues na Comissão Permanente de Contrapartidas (CPC), relativo ao negócio dos submarinos, desapareceu. Segundo a edição de hoje do Correio da Manhã, também a acta de uma reunião onde foram definidas alterações ao programa de contrapartidas está por localizar
O documento onde constam as contrapartidas do negócio dos submarinos, traçado em 2004, beneficiou os estaleiros de Viana do Castelo, nessa altura quase a falir, em detrimento da Lisnave.
Contudo, essa acta e um documento anexo terão desaparecido da CPC, então dirigida por Pedro Brandão Rodrigues, eleito deputado pelo CDS-PP nas últimas legislativas, que não comenta o assunto.
-
Mas que pena!... Mas que chatice... Mas que coincidência tão triste... E o Paulo Portas já sabe disso? E o Durão Barroso já foi informado? Informem lá os senhores doutores para que possam dormir descansados!!!!!

2 comentários:

Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

Caro Amigo

Estas coisas são difíceis. É muito mais fácil fazer tiro ao alvo, quotidianamente, a um tal José Sócrates...

Esta estória dos submarinos não vai ao fundo. Já se perfilam ameaças de «retaliação dos Germanos», «que iriam retirar a AutoEuropa, e blá, blá e rebeubeu pirolito..». Como se tal fosse possível...

Bom, mas vim por outro motivo. Estava(mos) em Goa, quando através da RTP Internacional (grande serviço presta aos lusófonos!) vi as terríveis imagens da catástrofe que aconteceu aí.

A minha mulher (que é goesa, mas vive em Lisboa há quase 53 anos) e eu fomos acompanhando a evolução do caso dramático.

Por isso, quando cheguei(ámos) cá, ao fim de 50 dias de férias maravilhosas, entrei de imediato na campanha da RTP e a consorte igualmente. Por diversas vezes e também noutras iniciativas.

Como sabes, sou teu camarada, e antes do 25 de Abril já andava na política, pois fui da Juventude da AS. Não gosto nem um bocadinho do Dr. Jardim, que foi meu colega na Faculdade de Direito.

Mas, agora, quero deixar neste teu blogue a minha inteira solidariedade com a Madeira e os Madeirenses e a minha disponibilidade para continuar a ajudar a tua terra. No que me for posível.

Abs

Anónimo disse...

Penso que se consegue uma cópia uma vez que o PAULO PORTAS teve o cuidado de tirar cópias dos documentos do ministério...

amsf