terça-feira, 23 de setembro de 2008

Acesso à universidade

Segundo o Público, http://ultimahora.publico.clix.pt/noticia.aspx?id=1343654&idCanal=58, a Inspecção-Geral de Educação está a investigar uma subida suspeita de notas de acesso à universidade
Dezenas de certificados de equivalência ao 12.º ano de alunos de currículos estrangeiros poderão ter sido passados com notas inflacionadas e utilizados no concurso de acesso ao superior deste ano.
A ser verdade, há que encontrar os responsáveis e não deixar passar impune esta ilegalidade.

3 comentários:

mdsol disse...

Este país esta a transformar-se num... E agora não venham dizer que aculpa é dos políticos...que coisa...cada um a demitir-se das suas responsabilidades éticas. Começa a faltar-me a pachorra para tanto esvaziamento de coisas positivas...
Este post é oportuno sim!
:))

heretico disse...

a "inflacionar" é que vai o ganho. pois...

abraços

João Carvalho Fernandes disse...

E acho muito bem que tal ocorra, desde que haja regras claras.

O ensino nalguns lados não tem nada a ver com o português, logo é lógico que haja uma ponderação. Por exemplo, para um francês, é ridículo ver as notas portuguesas, com médias de 18 e 19! Em França, só um génio tem 18. 19 já é quase impossível! Os melhores alunos do liceu francês em Lisboa, melhor preparados, sem qualquer dúvida, não conseguem ir para Medicina...