terça-feira, 2 de setembro de 2008

Ano escolar

A abertura do ano escolar está à porta. Chegou o momento de substituirmos as conversas relacionadas com o Verão e as férias pelos problemas relacionados com o ensino. Será o tema dos próximos tempos.
Os discursos políticos e os reivindicativos são os mesmos de sempre. Entre outras situações, os sindicatos falam das colocações e do desemprego entre os professores, o governo fala de melhorias na qualidade do ensino, enquanto os pais se lembram de que têm de encontrar dinheiro para comprar os livros dos filhos e estes, talvez a grande maioria, considera que ainda é cedo para pensar na escola e no estudo.
A Madeira é uma região autónoma, tem um governo próprio e uma Assembleia Legislativa própria. Por isso, o Governo Regional apresentou um Estatuto da Carreira Docente diferente do nacional.
Assim sendo, deixo uma questão: os sindicatos e os professores da Madeira estão satisfeitos com o novo Estatuto da Carreira Docente aprovado pelo Governo Regional que, mais uma vez, recusou a proposta do PS-Madeira?
Pelas reacções que temos assistido ou anda muita gente distraída ou estão todos satisfeitos com este novo Estatuto regional elaborado e aprovado pelo PSD-Madeira.

2 comentários:

João Sousa disse...

Caro amigo Rui Caetano, na verdade, há muita gente distraída com este ECD-RAM, mas garanto-te que não é o Sindicato dos Professores da Madeira, que desde a primeira hora alertou para o retrocesso que ele representa e, inclusivamente, promoveu uma concentração junto à Assembleia Legislativa da Madeira, a exigir negociação do referido diploma, antes da sua aprovação. Por acaso, não tive o privilégio de ver o meu amigo nessa iniciativa...
Para melhor conhecimento apenas das últimas posições do sindicato de que sou dirigente sobre esta matéria, recomendo uma visita à página do SPM, em http://www.spm-ram.org/ com especial atenção à categoria «ECD Madeira».

Abraço!

João Sousa

Anónimo disse...

E de facto Sócrates tem sido BOM para os docentes.