quinta-feira, 18 de setembro de 2008

ONU- fome no mundo

A Organização das Nações Unidas para a Agricultura e a Alimentação (FAO) divulgou, ontem,quarta-feira, que os números relativos à fome no Mundo tiveram um acréscimo de 75 milhões em 2007, atingindo agora 925 milhões de pessoas. Os dados foram divulgados pelo director-geral da organização, Jacques Diouf, salientando que o aumento do número de pessoas sub-nutridas se deve à subida dos preços dos produtos alimentares.
O director-geral da ONU citou os dados da FAO e disse que os preços dos produtos alimentares sofreram um aumento de 12% em 2006, de 24% em 2007 e de 50% nos sete primeiros meses de 2008.

3 comentários:

3RRR disse...

Os Bancos mundiais andam a injectar centenas de milhões (repito, centenas de milhões. Ainda mais uma vez, centenas de milhões)de dólares para manter a "estabilidade financeira nos mercados". Para tentar acabar com a fome no mundo o investimento é igual zero. Enfim, prioridades.

Blood Tears disse...

Sim, é revoltante o dinheiro que é gasto para criar novas doenças, e inventar armas de destruição.... Há coisas tão simples e quem podia marcar pela diferença não quer saber.... :S

Multiolhares disse...

Não existe uma vontade verdadeira de acabar com a pobreza,
Se quiséssemos de verdade existia um trabalho de fundo, como dizes os dois comentários em cima é vergonhoso, e depois o Vaticano para que precisam de tanto fausto para ensinarem a palavra de Deus?

beijos